i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ataque

Explosão de bomba em supermercado no Chile deixa uma mulher ferida

A explosão ocorreu durante a noite em um supermercado da cadeia Tottus, localizado no setor Gómez Carreño da cidade, a 125 quilômetros de Santiago

  • PorEfe
  • 10/09/2014 08:32

Uma funcionária de limpeza ficou ferida na terça-feira (9) devido à explosão de uma bomba de fabricação caseira em um supermercado em Viña del Mar, no Chile, um dia depois de um atentado deixar 14 feridos em Santiago, segundo informaram nesta quarta-feira fontes policiais.

A explosão ocorreu durante a noite em um supermercado da cadeia Tottus, localizado no setor Gómez Carreño da cidade, a 125 quilômetros de Santiago.

A ferida foi identificada como Edith Mardones Gamboa, de 43 anos. A funcionária sofreu danos auditivos e outras lesões causadas pela explosão.

Segundo as fontes, a bomba foi fabricada com uma garrafa de plástico preenchida com material explosivo, moedas e outros objetos metálicos e ácido muriático. O artefato explodiu quando a funcionária manipulava uma caçamba de lixo no estacionamento do supermercado,

A mulher foi levada para um hospital e recebeu alta horas depois. Na segunda-feira, um atentado com bomba deixou 14 pessoas feridas em uma galeria comercial ao lado de uma estação do metrô de Santiago.

Até agora ninguém assumiu a autoria do crime. Investigações indicam que a explosão foi obra de grupos anarquistas.

A polícia procura os responsáveis pelo ataque, que seriam pelo menos três, segundo o promotor encarregado da investigação, Christian Toledo.

O atentado é considerado o mais grave ocorrido no Chile desde a redemocratização, em 1990. Passam pelo local da explosão 150 mil pessoas diariamente.

Na terça, a polícia recebeu 18 avisos de bombas em Santiago, todos falsos. Ao longo do ano, ocorreram no Chile cerca de 30 atentados com bombas não esclarecidos pelo Ministério Público e a polícia.

O governo anunciou na terça-feira que fará reformas legais para dar mais condições legais para os dois organismos. A direção do corpo de Carabineiros anunciou a criação de uma direção Nacional de Inteligência, Drogas e Investigação Criminal.

Segundo um comunicado da instituição, o novo órgão terá como objetivo "otimizar os recursos humanos, logísticos e de informação relevantes em torno das áreas de gestão tática e operativa".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.