facebook trump
Computador mostra um anúncio de campanha Trump removido que apareceu nos feeds do Facebook em 18 de junho de 2020| Foto: Facebook/AFP

O Facebook removeu nesta quinta-feira (18) um anúncio da campanha eleitoral do presidente americano Donald Trump, candidato à reeleição. Segundo a rede social, a postagem violou as normas da empresa porque continha um símbolo usado pela Alemanha nazista para identificar prisioneiros políticos, inclusive comunistas e anarquistas, em campos de concentração: um triângulo vermelho com a ponta para baixo. A campanha de Trump rebateu, dizendo que usou o símbolo porque ele é "amplamente usado" por antifas.

O anúncio da campanha de Trump que continha a imagem estava acompanhado da seguinte mensagem: "BANDOS perigosos de grupos de extrema esquerda estão correndo pelas nossas ruas e causando desordem absoluta. Eles estão DESTRUINDO nossas cidades e causando tumultos – é uma loucura absoluta... Por favor, acrescente seu nome IMEDIATAMENTE para se posicionar ao lado do seu presidente e da decisão dele de declarar o ANTIFA uma organização terrorista".

O Facebook explicou que o anúncio foi retirado porque a companhia não permite "símbolos que representem organizações ou ideologias de ódio, a não ser que sejam colocadas dentro de um contexto ou em condenação", segundo o diretor de políticas de segurança da companhia, Nathaniel Gleicher. "Foi isso que vimos no caso desse anúncio. Em qualquer lugar que esse símbolo fosse publicado, tomaríamos as mesmas ações".

A propaganda começou a circular nesta quarta-feira (17) nas páginas de Trump, da campanha do republicano e na página do vice-presidente, Mike Pence. Ela foi vista quase um milhão de vezes, considerando apenas o anúncio feito na página de Trump, segundo a CNN.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]