i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Reino Unido

Fundador do Wikileaks apela da extradição em corte britânica

Assange foi detido na Grã-Bretanha em dezembro de 2010, em cumprimento a um mandado de prisão expedido por um promotor sueco, após duas ex-voluntárias do Wikileaks acusarem-no de assédio sexual

  • PorReuters
  • 01/02/2012 08:03
Manifestantes em favor de Julian Assange esperam em frente à Suprema Corte, em Londres | AFP PHOTO / LEON NEAL
Manifestantes em favor de Julian Assange esperam em frente à Suprema Corte, em Londres| Foto: AFP PHOTO / LEON NEAL

O fundador do site Wikileaks Julian Assange apelou à Suprema Corte britânica nesta quarta-feira para não ser extraditado para a Suécia por acusações de crimes sexuais, o que poderia fazer com que o seu site, que divulga documentos secretos, seja cada vez mais empurrado para o esquecimento.

O australiano de 40 anos tornou-se uma celebridade mundial e enfureceu o governo dos EUA em 2010, quando o Wikileaks divulgou imagens de vídeo secretas e milhares de despachos diplomáticos sobre as guerras do Iraque e do Afeganistão.

Depois disso, os furos foram diminuindo e o WikiLeaks desapareceu das manchetes de jornais, sem dinheiro devido à recusa das grandes companhias de cartão de crédito de processar as doação online para o site, e abatido pelos prolongados problemas legais de Assange.

Assange foi detido na Grã-Bretanha em dezembro de 2010, em cumprimento a um mandado de prisão expedido por um promotor sueco, após duas ex-voluntárias do Wikileaks acusarem-no de assédio sexual.

Os advogados de Assange argumentam que o mandado não tem validade porque foi expedido por um promotor ao invés de um juiz neutro ou uma corte. Ele não foi acusado na Suécia, mas é requisitado para questionamento.

Se a Suprema Corte em Londres rejeitar o argumento, ele pode levar o caso para a Corte Europeia de Direitos Humanos, mas ainda não é claro se isso impediria a sua extradição para a Suécia.

As audiências na Suprema Corte acontecerão em dois dias e espera-se que a corte anuncie a sua decisão algumas semanas depois.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.