Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
biden
Presidente dos EUA, Joe Biden| Foto: Bigstock

O governo do presidente norte-americano Joe Biden encerrou uma iniciativa do Departamento de Estado dos EUA, que teve início no governo de Donald Trump, para investigar uma possível origem do novo coronavírus em acidente de laboratório na China, disseram à CNN três fontes com conhecimento da decisão. O motivo teria sido preocupações com a qualidade do trabalho.

A possibilidade da origem do novo coronavírus em um vazamento de laboratório ganhou força recentemente, após ter sido frequentemente descartada como uma teoria da conspiração. A investigação do Departamento de Estado americano sobre essa possibilidade foi lançada no ano passado, por aliados do então secretário de Estado Mike Pompeo.

Mas o inquérito foi descontinuado em meio a uma disputa interna no Departamento de Estado e a preocupações de que ele era parte de um esforço do governo Trump para culpar a China pela pandemia e de ter selecionado apenas dados que convinham para provar a teoria de vazamento de laboratório.

Embora tenha encerrado essa ação, o governo Biden mantém a desconfiança sobre o papel da China em relação à origem do vírus, especialmente sobre o papel de Pequim em dificultar o acesso a informações pertinentes a investigadores.

Agências de inteligência dos EUA continuam a examinar a questão, e buscam saber se o coronavírus teve uma origem natural em animais infectados ou em um acidente de laboratório. Um relatório de inteligência divulgado recentemente informa que três pesquisadores do Instituto de Virologia de Wuhan buscaram tratamento em hospital com sintomas respiratórios em novembro de 2019.

Nesta quarta-feira, Biden informou que pediu que as agências de inteligência americanas intensifiquem as investigações sobre a origem do vírus na China e cobrou um relatório com os resultados em 90 dias.

Atualização

O texto foi atualizado com a informação sobre o pedido de Biden às agências de inteligência de um relatório sobre a origem do coronavírus.

Atualizado em 26/05/2021 às 16:26
8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]