i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Conflito

Governo sírio desmente que tenha havido ataque contra Assad em Damasco

"O que a 'Al Arabiya' e 'Al Jazeera' informaram é completamente falso, são mentiras. Sonham com uma notícia assim", declarou o ministro da Informação da Síria

  • PorEfe
  • 08/08/2013 04:28
Foto divulgada pela agência oficial síria mostrava Assad em uma mesquita celebrando o fim do Ramadã | Reuters/SANA/Divulgação
Foto divulgada pela agência oficial síria mostrava Assad em uma mesquita celebrando o fim do Ramadã| Foto: Reuters/SANA/Divulgação

O ministro de Informação da Síria, Omran Zubi, desmentiu nesta quinta-feira (8) que o comboio do presidente Bashar al Assad tenha sido alvo de um ataque, como asseguraram algumas televisões árabes.

"O que a 'Al Arabiya' e 'Al Jazeera' informaram é completamente falso, são mentiras. Sonham com uma notícia assim", declarou Zubi em comunicado.

A emissora "Al Arabiya", que citou um general rebelde como fonte, indicou que 17 bombas foram lançadas contra o comboio do líder sírio, enquanto o canal egípcio apontou que um bombardeio foi registrado nas proximidades da residência presidencial.

Segundo Zubi, o próprio presidente conduziu seu carro até a mesquita onde participou da oração do Eid ul-Fitr, festa que marca o fim do mês de jejum do Ramadã, e "cumprimentou centenas de pessoas no local".

"A vida é normal em Damasco e a situação é mais que boa", acrescenta o ministro no texto.

Anteriormente, em declarações à Agência Efe, um responsável de alta categoria das forças da ordem sírias também negou as informações sobre o ataque, qualificando ambas como "falsas".

Assad apareceu hoje na televisão síria durante a oração do Eid ul-Fitr na mesquita de Anás bin Malek, na capital. Nas imagens, ele aparece rezando entre os fiéis no interior do templo e cumprimentando autoridades políticos e religiosos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.