O incêndio surgiu na seção Animal Adventure antes de se espalhar para uma loja de presentes e café | DANIEL LEAL-OLIVAS/AFP
O incêndio surgiu na seção Animal Adventure antes de se espalhar para uma loja de presentes e café| Foto: DANIEL LEAL-OLIVAS/AFP

O incêndio que atingiu o zoológico de Londres neste sábado (23) e mobilizou mais de 70 bombeiros deixou um aardvark (um mamífero africano) morto e quatro suricatos estão desaparecidos.  

Conhecido como Misha, o aardvark tinha dez anos e era um dos animais mais queridos da atração.  

Inicialmente dado como desaparecido, o mamífero morreu durante o incêndio, informou Dominic Jermey, diretor-geral do zoológico.  

"Estamos absolutamente devastados pelo fato de Misha ter morrido e ainda estamos tentando descobrir o que aconteceu com os suricatos", disse à BBC TV.  

"No momento, não temos certeza do que aconteceu com os suricatos e não sou otimista nesta fase, infelizmente". Jermey disse que nenhum outro animal foi afetado.  

O incêndio começou poucos depois das 4h (horário de Brasília) e só foi controlado três horas depois.  

As chamas atingiram a seção Animal Adventure antes de se espalhar para uma loja de presentes e café, perto de uma área onde os visitantes podem alimentar os animais, afirmou a Brigada de Incêndio de Londres.  

Os funcionários que estavam de serviço moveram os animais para uma área de segurança e o fogo foi controlado.  

Localizado no Regent's Park, no centro de Londres, o local ficará fechado até novo aviso. De acordo com inventário deste ano, o zoológico abriga 20.166 animais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]