Um japonês de 24 anos foi detido por telefonar pedindo uma ambulância e alegar que poderia estar infectado com o vírus ebola, informou nesta sexta-feira (14) a agência japonesa de notícias "Kyodo".

Haruki Shimizu, morador da cidade de Moroyama, em Saitama, no centro do país, é acusado de obstrução fraudulenta, porque seu telefonema fez com que seis funcionários do centro de saúde Sakado tivessem que seguir todos os protocolos de proteção regulamentar para lidar com a doença e se deslocar até sua casa, informou a polícia de Saitama. O episódio aconteceu na tarde de terça-feira (11).

O detido afirmou no telefonema que tinha chegado do exterior no dia anterior e estava com febre de 38 graus. Também disse que "esteve na Libéria", disse a polícia. Segundo os relatórios, o jovem disse que nunca telefonou pedindo uma ambulância e acusou um conhecido de ter passado o trote.

Os funcionários do centro de saúde procuraram o endereço oferecido pelo jovem, mas o mesmo não existia, com isso, informaram a polícia. Por causa do trote, o governo de Saitama e um hospital local tiveram que ficar em estado de alerta, acrescentaram as fontes policiais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]