Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os jornalistas chineses que quiserem manter sua licença de trabalho terão que passar por um exame sobre os princípios do marxismo e como obedecer ao Partido Comunista no início do ano. A nova regra está sendo apontada pelos jornalistas como mais um exemplo da escalada de restrições à liberdade de expressão no país desde a posse do atual presidente, Xi Jinping, em março. Segundo o jornal estatal Global Times, cerca de 250 mil jornalistas deverão ser submetidos ao exame entre janeiro e fevereiro. Ele será baseado num manual de 700 páginas e exigirá ao menos 18 horas de treino, conforme recomendação da Administração Estatal de Rádio, Cinema e Televisão, o órgão de censura. Entre as diretrizes que terão que memorizar estão: "É absolutamente proibido publicar reportagens ou comentários que vão contra a linha do partido". Ou: "A relação entre o partido e a mídia é a de líder e liderado".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]