Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O júri da Corte Criminal Central de Londres considerou culpados ontem os dois homens acusados de terem matado um soldado britânico no bairro de Woolwich, na capital inglesa, em maio. Segundo a polícia, o fuzileiro Lee Rigby foi esfaqueado pelos suspeitos, que se dizem radicais islâmicos. Os britânicos de origem nigeriana Michael Adebolajo, de 28 anos, e Michael Adebowale, 22, deverão ser sentenciados pelo juiz responsável em outra audiência no ano que vem. Em depoimento no tribunal, eles se declararam inocentes porque a morte foi "um ato de defesa ao islã". A decisão dos 12 jurados foi anunciada após 1h30 de sessão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]