i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
rússia

Líder opositor russo é libertado após ser preso em protesto contra Putin

Político deve ir a julgamento na próxima semana sob a acusação de ter organizado uma manifestação não autorizada e resistir à ação policial

  • PorCélio Martins, com agências
  • 06/05/2018 10:58
Alexei Navalny é acusado de organizar manifestação não autorizada às vésperas da posse de Putin, que vai para o quarto mandato presidencial. | Divulgação/Alexei Navalny
Alexei Navalny é acusado de organizar manifestação não autorizada às vésperas da posse de Putin, que vai para o quarto mandato presidencial.| Foto: Divulgação/Alexei Navalny

O principal líder opositor russo, Alexei Navalny, preso em manifestação contra Putin no sábado (6), foi solto neste domingo. O político será julgado na próxima semana, de acordo com informações de sua advogada, Veronika Poliakova.

Navalny foi detido junto com cerca 1,6 mil opositores durante manifestações anti-Putin não autorizadas em todo o país. Sob o lema “Não é o nosso czar”, os manifestantes foram às ruas dois dias antes da posse do poderoso homem do Kremlin, que vai para o quarto mandato presidencial.

Nas eleições de 18 de março, Navalny foi excluído do pleito em decorrência de uma condenação judicial que ele denuncia como perseguição política pelo Kremlin. Putin saiu vencedor com mais de 76% dos votos.

“Parece que a ordem é não me ter na prisão antes da posse de Putin”, escreveu Navalny no Twitter.

O opositor disse que a acusação que o levou para a cadeia foi a de organizar uma manifestação não autorizada e resistir à polícia.

Putin se manter no poder na Rússia com mão de ferro. De acordo com dados da ONG OVD Info, que monitora abusos contra direitos humanos no país, 574 dos 1.029 detidos em 19 cidades russas no sábado (6) eram de Moscou.

Putin inicia seu quarto mandato presidencial na segunda-feira (7), pelo qual permanecerá no comando da Rússia até 2024. Ele lidera o país de maior área territorial do planeta por 18 anos, seja na presidência ou como chefe de Governo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.