Os corpos de dois palestinos mortos por disparos israelenses no mar, perto da costa da Faixa de Gaza, apareceram na costa nesta terça-feira. Com isso, subiu para seis o número de supostos militantes mortos pela Marinha israelense, em uma ação realizada na segunda-feira na área.

Os dois corpos de homens na casa dos 20 anos tinham ferimentos de bala na cabeça. Médicos locais retiraram os cadáveres, segundo o chefe dos serviços de emergência de Gaza, Muawiya Hassanein.

Israel atacou na segunda-feira uma embarcação que segundo o país levava "um esquadrão de terroristas em roupas de mergulho, em seu caminho para executar um ataque terrorista".

Um sobrevivente que estava na costa no momento do ataque disse que os seis homens no barco eram membros do grupo Brigada dos Mártires de Al-Aqsa, ligado ao movimento secular Fatah, do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas. Segundo esse sobrevivente, porém, não havia armas a bordo.

O homem disse que eles estavam apenas fazendo exercícios de natação a cem metros da costa, quando foram atacados por forças navais israelenses. O incidente ocorre em meio à condenação internacional após Israel invadir uma flotilha humanitária que seguia para a Faixa de Gaza, na semana passada, em uma ação que deixou nove ativistas mortos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]