Uma multidão tocou fogo nesta segunda-feira (1) em várias casas no leste da Índia, em uma região onde choques recentes entre hinduístas e cristãos deixaram pelo menos 11 pessoas mortas, informou a polícia. Ninguém ficou ferido no mais recente ataque no Estado indiano de Orissa, mas a polícia local teme que os atos que ocorreram nesta segunda aumentem a tensão em uma região com histórico de violência religiosa.

O chefe de polícia Gopal Chandra Nanda não disse se as casas queimadas nesta segunda em Orissa pertenciam a hinduístas ou a cristãos, mas afirmou que um inquérito está em curso. Os ataques ocorreram em Tikabali, um cidade no distrito de Kandhamal, que tem sido o centro dos conflitos. A violência começou no mês passado com o assassinato de um líder hinduísta. Enquanto a polícia afirma que ele foi assassinado por rebeldes maoístas, os hinduístas locais colocaram a culpa nos cristãos.

Em uma aparente retaliação, hinduístas linha-dura atacaram um orfanato cristão, matando uma professora cristã de informática e ferindo de maneira grave um sacerdote católico. A violência se espalhou, com turbas hinduístas atacando igrejas, lojas e casas. Hinduístas radicais têm atacado missionários cristãos no Estado, desconfiados com o proselitismo feito entre os camponeses pobres. No domingo, quatro pequenas igrejas foram queimadas. Ninguém foi ferido nos incidentes, disse Nanda.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]