| PRESIDENCIAAFP
| Foto: PRESIDENCIAAFP

As eleições municipais deste domingo, 10, na Venezuela terminaram com a vitória de candidatos chavistas na maioria das capitais estaduais e nas principais cidades do país, segundo os primeiros resultados oficiais. 

O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do presidente e ditador Nicolás Maduro, venceu em 41 dos 42 municípios em que o resultado já era conhecido no início da madrugada desta segunda-feira, 11 - houve eleições nas 335 cidades venezuelanas. Redutos importantes para a oposição, como Maracaibo e Sucre, registraram vitórias de aliados de Maduro.

Três dos quatro principais partidos oposicionistas boicotaram o pleito, que consideraram fraudulento. Maduro reagiu ao movimento da oposição afirmando que os partidos que não se apresentaram para as eleições municipais não poderão participar de outros pleitos. O líder chavista considerou o resultado das urnas "extraordinário".

Cerca de 47% dos eleitores compareceram às urnas. Quatro anos atrás, o comparecimento foi de 58%. A redução na participação é um reflexo do boicote da oposição, segundo analistas locais. 

O pleito municipal é a última mobilização do eleitorado antes das eleições presidenciais do ano que vem, na qual Maduro deve disputar um novo mandato de seis anos. Ainda não há data definida para a disputa presidencial. 

Em outubro, nas eleições para governador, chavistas venceram em 18 de 23 Estados, em meio a denúncias de irregularidades e compras de votos. 

A Venezuela vive uma severa crise econômica, com inflação em descontrole e desabastecimento de alimentos e remédios.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]