Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
El-Sisi depôs o presidente anterior, Mohammed Morsi | Handout/Reuters
El-Sisi depôs o presidente anterior, Mohammed Morsi| Foto: Handout/Reuters

O ex-chefe do Exército Abdel-Fattah el-Sisi tomou posse como presidente do Egito ontem e assumiu um mandato de quatro anos, à frente de uma nação profundamente dividida que vem enfrentando violentas manifestações e uma grave crise econômica desde o levante de 2011.

A posse de El-Sisi veio menos de um ano após o oficial de infantaria de 59 anos depor o primeiro presidente eleito do país, Mohammed Morsi, na esteira de gigantescos protestos que exigiam a renúncia do líder islâmico.

El-Sisi prestou juramento na sede do Supremo Tribunal Constitucional, ao sul do Cairo, o mesmo lugar onde Morsi – que agora está sendo julgado por acusações que podem levá-lo a ser condenado à pena de morte – assumiu como presidente há dois anos.

O prédio do tribunal, que foi projetado para se assemelhar a um antigo templo egípcio, é próximo de um hospital militar onde está detido o ex-ditador deposto Hosni Mubarak. Afastado do poder pelo levante de 2011, após quase 30 anos como presidente do Egito, Mubarak foi condenado a três anos de prisão, por corrupção, no mês passado. Ele também está sendo submetido a um novo julgamento por não ter conseguido conter o massacre de centenas de manifestantes durante a revolta de 18 dias ocorrida três anos atrás.

Por ocasião da posse, ontem foi declarado feriado nacional no Egito e policiais e soldados foram mobilizados em toda a cidade do Cairo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]