Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou para esta quinta-feira (16) uma reunião de urgência para abordar a situação entre o Equador e a Grã-Bretanha, depois de Quito ter concedido asilo diplomático a Julian Assange, refugiado na embaixada equatoriana em Londres. A reunião extraordinária na sede da OEA em Washington começará às 16h30 locais (17h30 de Brasília) para "abordar a situação entre o Equador e o Reino Unido", indicou em um comunicado.

Quito concedeu nesta quinta-feira asilo diplomático ao fundador do Wikileaks por considerar que sua vida corre risco após ter divulgado centenas de milhares de documentos secretos dos Estados Unidos.

O governo britânico manifestou a sua "decepção" com a concessão do asilo e indicou que, apesar disso, "cumprirá a obrigação de extraditar" Assange para a Suécia, que o requer por supostos crimes de agressão sexual, que ele nega ter cometido.

Quito denunciou que o Reino Unido havia ameaçado entrar em sua embaixada em Londres para deter Assange e pediu solidariedade aos países da região para que rejeitem o que considerou uma tentativa de intimidação. Assange está na embaixada equatoriana desde 19 de junho.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]