i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleição

Para Sarkozy, há imigrantes demais na França

Presidente e candidato à reeleição avalia que situação teve como consequência a "paralisia" do sistema de integração dos imigrantes

  • PorEFE
  • 01/05/2012 06:30

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, avaliou nesta terça-feira (1º) que já "há muitos imigrantes" em seu país e que essa situação teve como consequência a "paralisia" do sistema de integração desses estrangeiros.

"Sim, há muitos imigrantes na França", disse Sarkozy, que lutará pela reeleição no segundo turno do pleito de 6 de maio, quando enfrentará o socialista François Hollande.

"Nosso sistema de integração não funciona, por quê? Porque antes mesmo de conseguirmos a integração dos que estavam no território outros chegavam", explicou o presidente o que aconteceu nos últimos anos.

A consequência, segundo o candidato conservador, é que "paralisamos nosso sistema de integração".

Sarkozy esclareceu que não é partidário de limitar totalmente a chegada de imigrantes à França e disse: "Nunca apoiarei a imigração zero, mas a realidade é que quando convidamos mais gente do que podemos receber não é possível integrá-los".

"Não há suficientes casas, escolas e trabalho", acrescentou o candidato, antes de lembrar que Hollande evitou em recente entrevista responder diretamente quando foi perguntado se considerava que havia muitos imigrantes na França.

As declarações de Sarkozy acontecem poucas horas antes de a líder da ultradireitista Frente Nacional, Marine Le Pen, conhecida por sua oposição à amparada de mais imigrantes na França, anunciar em um comício em Paris sua recomendação de voto para o segundo turno das eleições presidenciais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.