Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Parlamento do Mercosul é esvaziado por ameaça de bomba

A sede do Parlamento do Mercosul, em Montevidéu, foi esvaziada pouco após o meio-dia desta segunda-feira (9) devido a uma ameaça de bomba. Após inspeção do corpo de bombeiros, porém, foi descartada a presença de explosivos no local e a pauta da Casa foi retomada.

A remoção dos presentes aconteceu minutos antes do início de uma sessão que deveria ter o presidente uruguaio, José Mujica, como espectador. De acordo com o presidente da Casa, Ruben Martínez Huelmo, a ameaça foi feita por meio de uma ligação telefônica atendida por um funcionário.

O parlamentar afirmou ainda que a ligação tinha a voz digitalmente modificada. O suposto terrorista advertiu sobre a bomba e manifestou-se contra o projeto de um porto em águas profundas no litoral uruguaio, que seria discutido na Casa.

O projeto, defendido por Mujica como obra de infra-estrutura essencial, enfrenta a oposição de ambientalistas.

O Parlamento do Mercosul tem a representação dos cinco países-membros plenos, mas apenas o Paraguai os elege de maneira direta atualmente.

Dos parlamentares, 37 são brasileiros, 26 são argentinos, 23 da Venezuela, 18 do Paraguai e 18 do Uruguai.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]