i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
em São Petersburgo

Polícia russa prende 17 manifestantes por direitos gays

As detenções seguem a adoção de uma lei por parte das autoridades da cidade que impõe multas por difundir "propaganda" gay entre os menores

  • PorReuters
  • 01/05/2012 15:05
 | REUTERS/Stringer
| Foto: REUTERS/Stringer

A polícia russa prendeu pelo menos 17 manifestantes pelos direitos gays durante as celebrações do 1º de maio em São Petersburgo, na terça-feira (1º), disse um grupo de direitos humanos.

As detenções seguem a adoção de uma lei por parte das autoridades da cidade que impõe multas por difundir "propaganda" gay entre os menores, o que diplomatas europeus disseram carecer de clareza e permitir muito espaço para interpretação pela polícia.

Os legisladores russos estão estudando legislação semelhante em todo o país.

Svetlana Barsukova, membro grupo de direitos dos homossexuais "Coming Out", de São Petersburgo, disse que vários grupos de ativistas dos direitos gays haviam sido detidos em diferentes partes da cidade depois de portar bandeiras do arco-íris.

Desfiles do 1º de maio na Rússia são utilizados por vários grupos ativistas como uma plataforma para defender a sua causa. A homossexualidade, punível com penas de prisão na União Soviética, foi descriminalizada na Rússia em 1993, mas grande parte da comunidade homossexual permanece sofrendo pressões antigay.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.