Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Durante uma visita surpresa a Bagdá, o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, disse nesta terça-feira (2) que o tamanho do contingente britânico presente no Iraque deve ser reduzido em mil militares antes do final do ano.

"Eu acredito que até o fim do ano as forças britânicas, que têm 5.500 oficiais, podem ser reduzidas para 4.500 e, no Natal, 1.000 soldados poderão retornar ao Reino Unido para outras atribuições", afirmou o premiê.

Brown afirmou ainda que a devolução da província de Basra (sul), a segunda maior do país e localizada 550 quilômetros ao sul de Bagdá, às autoridades iraquianas deve acontecer dentro de dois meses. O fato foi confirmado pelo colega iraquiano, Nouri al-Maliki.

"Acredito que nos próximos dois meses podemos passar ao controle iraquiano a província (de Basra), para que os iraquianos assumam a responsabilidade de sua própria segurança", declarou Brown.

Segundo a rede BBC, os assessores militares descartaram a total retirada das tropas do Reino Unido destacadas no país, mas informaram a Brown que, tão em breve sua missão se limite a treinar e supervisionar as Forças de Segurança iraquianas, será possível reduzir seu número.

O líder trabalhista poderia fazer um anúncio nesse sentido quando começar o novo período parlamentar na próxima semana.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]