Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Islamabad – O presidente general Pervez Musharraf decretou estado de emergência no Paquistão, anunciou a tevê estatal, no momento em que a Suprema Corte decide se foi constitucionalmente legal sua vitória nas recentes eleições presidenciais.

Musharraf, que assumiu o poder num golpe em 1999, é também o comandante das Forças Armadas.

O governo não informou as razões para a decretação do estado de emergência, mas ela ocorre em meio a um crescente turbilhão político e de violência de militantes islâmicos. Os atentados já provocaram a morte de mais de 600 pessoas no país neste ano.

Os Estados Unidos, aliados chave de Musharraf, vinham pedindo para o general não recorrer ao estado de emergência que pode comprometer a transição do país para a democracia.

Durante situações anteriores, uma ordem constitucional provisória levou à suspensão de direitos básicos dos cidadãos e obrigou juízes a fazerem um novo juramento.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]