"Bomba"

Ameaça ao serviço secreto britânico

A sede do MI6, o serviço secreto britânico, foi isolada ontem depois que as autoridades encontraram um pacote suspeito nos arredores do prédio, no centro de Londres.

Segundo a rede britânica BBC, a polícia isolou o local e realizou uma explosão controlada do pacote. Exame posterior mostrou que não havia materiais suspeitos no pacote, mas não se sabe ainda como chegou ao local.

Um porta-voz da polícia disse apenas que os agentes foram chamados "por causa de um item a ser verificado".

A Europa vive um momento de alerta ampliado por possíveis atentados terroristas, especialmente em locais turísticos ou prédios ligados ao governo.

Bruxelas - Uma ampla operação policial contra o terrorismo prendeu ontem 11 pessoas na Bél­­gica, na Holanda e na Alema­­nha. Segundo procuradores belgas, os detidos são suspeitos de participar de uma rede de recrutamento para uma organização extremista islâmica da Chechênia.

As prisões não têm ligação com recentes boatos sobre pos­­síveis ataques terroristas na Alemanha, disse Judith Slui­­ter, uma porta-voz da Coor­­de­­nação Nacional Antiterroris­­mo da Holanda.

Na operação, 10 casas fo­­ram invadidas pela polícia nos três países. Os detidos têm idades na faixa dos 20 aos 30 anos, e são de nacionalidades belga, holandesa, mar­­roquina e russa.

Segundo as autoridades belgas, existiam planos dos supostos conspiradores para ataques na Bélgica, por uma organização "jihadista" in­­ternacional, mas o principal ob­­jetivo dos detidos era en­­contrar recrutas e dinheiro para o "Emirado do Cáucaso", organização terrorista clandestina cujo escopo é o estabelecimento do um Estado islâmico nas províncias russas do Nor­­te do Cáucaso, Che­­chênia, Da­­guestão e Ingu­­chétia.

A operação policial nos três países ocorreu após me­­ses de uma longa investigação, lançada pelas autoridades na ci­­dade belga de Antu­­érpia no fi­­nal de 2009.

Iraque e Afeganistão

Em outra operação policial, a polícia federal da Bél­­gica vasculhou 17 casas e de­­te­­ve 15 pes­­­­soas. As prisões ocor­­reram após a polícia in­­ves­­tigar du­­rante três anos pessoas ligadas a um centro islâmico na Bélgica. Os suspeitos pre­­ten­­diam recrutar voluntários pa­­ra a "jihad" (guer­­ra santa) de extremistas no Iraque e no Afe­­ganistão, disse um comunicado da procuradoria da Bél­­gica.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]