i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Neste domingo (7)

Protestos contra o racismo ocorrem em vários países após morte de George Floyd

  • PorEstadão Conteúdo
  • 07/06/2020 15:21
Protesto contra o racismo na França
Protesto contra o racismo na França| Foto: JEFF PACHOUD / AFP

Manifestantes de diversos países voltaram às ruas neste domingo (7) para protestar contra o racismo e discriminação racial em resposta à morte de George Floyd. Inglaterra, França, Espanha, Alemanha, Hungria, Itália e Canadá foram alguns dos países em que foram registrados protestos.

Em Londres, na Inglaterra, milhares se reuniram em frente à Embaixada dos Estados Unidos, no segundo dia de protestos no país. Em Bristol, a 177 quilômetros da capital, um grupo derrubou a estátua do mercador de escravos Edward Colston.

Em Milão, na Itália, os manifestantes se reuniram em frente à estação central de rens da cidade. Muitos eram imigrantes ou filhos de imigrantes africanos. Segundo organizadores, o slogan "Vidas Negras Importam" tem um significado adicional na Itália, o de evitar "ver pessoas negras como se fossem estrangeiros e não cidadãos". Significa, também, não postergar uma reforma legislativa para a facilitar a concessão de cidadania a imigrantes. Estrangeiros nascidos na Itália não têm direito à cidadania até que completem 18 anos vivendo no país. Alguns grupos têm tentado mudar a legislação para permitir que crianças nascidas na Itália recebam a cidadania ainda menores, desde que frequentem escolas locais.

Em Roma, o primeiro protesto da capital do país contra o racismo foi realizado na Piazza del Popolo. Manifestações estavam previstas para ocorrer também em outras cidades de médio porte do país, como Bergamo e Perugia.

Na Espanha, milhares de pessoas foram às ruas em apoio aos protestos nos EUA e para denunciar a discriminação racial na Europa. Em Madri, os manifestantes se reuniram em torno da embaixada dos EUA. Também foram realizados protestos em Barcelona.

Na Alemanha, eram esperados novos protestos para este domingo em Berlim, Colônia, Leipzig e Stuttgart. A polícia do país informou que 93 pessoas foram detidas no sábado, quando ao menos 15 mil pessoas participaram da manifestação na capital alemã por causa da morte de Floyd.

Em Budapeste, na Hungria, os grupos se reuniram de forma pacífica do lado de fora da Embaixada americana. Também houve protestos em algumas cidades do Canadá.

Na Ásia, um grupo pequeno, de cerca de 20 pessoas, protestou em Hong Kong em frente ao consulado dos EUA, em solidariedade ao movimento.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • E

    Eduardo Prestes

    ± 0 minutos

    A ficha policial do tal Floyd era longa, vinha incomodando há tempos. Criminosos morrem cedo, vítimas da lei de ação e reação. Nada tem a ver com racismo, cometer crimes é uma atividade inevitavelmente perigosa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso