i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Kremlin

Prisões em massa, palácio de Putin e líder opositor detido: entenda os protestos na Rússia

  • 23/01/2021 14:31
Policial detém manifestante durante protesto em apoio ao líder opositor Alexei Navalny no centro de Moscou, 23 de janeiro
Policial detém manifestante durante protesto em apoio ao líder opositor Alexei Navalny no centro de Moscou, 23 de janeiro| Foto: NATALIA KOLESNIKOVA / AFP

Mais de mil pessoas foram detidas neste sábado (23) durante protestos pela Rússia contra a prisão do líder opositor Alexei Navalny, em uma demonstração do aumento da repressão contra críticos do presidente Vladimir Putin.

Os protestos, que estão sendo descritos como a maior manifestação anti-governo na Rússia desde 2019, ocorreram em quase cem cidades do país. Em Moscou, estima-se que mais de 40 mil pessoas tenham ido às ruas, segundo noticiou a Reuters. O Ministério do Interior da Rússia disse que cerca de 4 mil pessoas protestaram na capital.

Há relatos de confrontos violentos entre policiais e manifestantes em Moscou. O grupo OVD-Info, que monitora ações policias na Rússia, afirmou que mais de 1.614 manifestantes foram detidos neste sábado no país, incluindo a esposa de Navalny, Yulia Navalnaya, que foi presa em uma praça central de Moscou após falar aos manifestantes.

A Anistia Internacional condenou as autoridades russas pela repressão e prisões em massa. "Autoridades russas desferem represálias implacáveis contra manifestantes pacíficos; o que vimos hoje apenas confirmou isso. A polícia ignorou o seu dever de garantir o direito de reunião pacífica e, em vez disso, espancou indiscriminadamente e prendeu arbitrariamente os manifestantes, muitos dos quais eram jovens", afirmou Natalia Zviagina, diretora da Anistia Internacional na Rússia.

Os protestos ocorrem menos de uma semana após a prisão de Navalny, detido em uma cidade russa ao voltar da Alemanha, onde estava em tratamento após ser envenenado, crime que ele atribui a Putin. O Kremlin nega envolvimento, mas se recusou a abrir uma investigação sobre o caso. Navalny convocou a população a sair as ruas, logo após ser condenado a 30 dias em prisão preventiva.

O líder opositor enfrenta três acusações - segundo ele, todas motivadas politicamente - que podem condená-lo a anos de prisão.

Qual é a preocupação de Putin

Crítico de Putin por mais de uma década, Navalny coordena uma rede de ativistas que usam as redes sociais para expor denúncias de corrupção e pressionar o governo russo.

O líder opositor já foi condenado criminalmente duas vezes: por desvio de fundos e fraude. Ele denunciou as condenações como perseguição política e a Corte Europeia de Direitos Humanos questionou as sentenças, que foram suspensas.

Navalny tentou concorrer contra Putin nas eleições de 2018, mas foi impedido de se candidatar por causa de uma das suas condenações anteriores. Mesmo assim, ele reuniu um grande número de apoiadores.

Na terça-feira (19), o grupo de Navalny publicou um vídeo no YouTube com acusações de corrupção em escala gigantesca contra Putin. O vídeo alega que o presidente russo construiu um "palácio" bilionário na costa russa do Mar Negro e que teve uma filha fora do casamento.

O vídeo, que já teve mais de 70 milhões de visualizações, afirma que a construção luxuosa custou pelo menos 1,35 bilhão de euros. A investigação inclui o que diz ser as primeiras fotos públicas do interior da propriedade.

O palácio em si teria mais de 17 mil metros quadrados e incluiria um home theater, um bar, um cassino com máquinas e uma piscina. No local da construção existe uma igreja, um anfiteatro, diversas residências e um túnel que leva à costa, segundo o vídeo.

"Isso está no lugar mais bem guardado da Rússia, e esse é o maior segredo de Putin, que é protegido por centenas, até milhares, de pessoas - desde guardas, jardineiros e construtores desconhecidos até as pessoas mais ricas e famosas da Rússia", narra o vídeo de quase duas horas.

Para a oposição russa, o palácio se tornou um símbolo da corrupção desenfreada nos mais altos níveis do governo russo. Um porta-voz do Kremlin disse que o vídeo era "uma fraude" e "nonsense total".

O governo de Putin teme que os protestos ganhem força e se tornem incontroláveis, e por isso tem aumentado os esforços para coibir rapidamente as manifestações nas grandes cidades, com o uso de detenções em massa, bloqueio de internet e perseguição a opositores políticos.

Apesar disso, Putin nunca se refere a Navalny pelo seu nome, e a mídia estatal o retrata como um blogueiro sem importância.

A volta de Navalny à Rússia e os protestos devem arranhar a imagem de Putin, disse Nikolai Petrov, pesquisador no programa da Rússia e Eurasia da Chatham House, à Associated Press. Putin tem trabalhado de sua residência desde o início da pandemia, e a percepção de que ele se manteve longe do público não será bem vista na comparação ao retorno corajoso de Navalny ao país onde foi envenenado e podia ser preso.

"Não importa se as pessoas apoiam ou não Navalny; elas veem essas duas imagens, e Putin perde", avaliou Petrov.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • T

    TIAGO

    24/01/2021 14:09:24

    Quem não critica as prisões arbitrárias do stf não tem moral para criticar as prisões arbitrárias do Putin.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcus Pinheiro Machado

      23/01/2021 21:06:22

      ESSES SÃO COMUNISTAS???SÃO A FAVOR DO LULA DE LÁ?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • S

        Silma cortes da costa battezzati

        23/01/2021 20:51:27

        A Rússia tem objetivos similares aos da China e Venezuela. Lamentável os órgãos competentes fecharem os olhos para tanta atrocidade e desmandos contra a humanidade.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Marcus Vinicius de Andrade

          23/01/2021 20:29:04

          Tem um monte de conservador que cai no canto da sereia do Putin, ex-agente da KGB. Desconfie de todos aqueles que querem suprimir as liberdades individuais!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • C

            Celito Medeiros

            23/01/2021 20:10:35

            Que o Povo não se engane, existem Governos Dominadores que desejam o controle total do Planeta. Assim foi no passado e continua no presente. Políticas de diminuição da população, abortos e guerras sempre fizeram parte deste esquema como ordem mundial. Mesmo tendo que obedecerem ‘ordens maiores’ proibindo Armas Químicas, Biológicas, Digitais e Atômicas, cada Dominador precisa manter seus domínios, nem que seja à força ou perderão seus comandos. Não são ações do Povo destes países, mas de seus Governantes. China – Rússia – EUA – CEE – lideram estes comandos. Nos USA o Tramp vacilou e Biden se ergueu, mas pode não manter sua importância. Esta luta continua, até o dia da Liberdade e Paz.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • M

              Marlon Nadal

              23/01/2021 19:47:14

              Gostaria de ter lido informações mais esclarecedoras sobre esse grupo de oposição, como por exemplo, a sua posição política. Achei a matéria incompleta e, portanto, pouco informativa.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              Fim dos comentários.