i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança vulnerável

Relatório mostra fraquezas na segurança de aeroportos nos EUA

  • PorReuters/Brasil Online/O Globo Online
  • 15/11/2007 14:49

Investigadores disfarçados, trabalhando para o governo dos Estados Unidos, conseguiram passar pela segurança dos aeroportos do país carregando líquidos e outros materiais que poderiam ser utilizados na montagem de dispositivos explosivos, expondo as vulnerabilidades no processo de vigilância, de acordo com um relatório divulgado na noite de quarta-feira.

Os testes "demonstraram claramente que um terrorista utilizando estes dispositivos poderia provocar danos graves a um avião e ameaçar a segurança dos passageiros", informou o relatório de um órgão de investigação vinculado ao Congresso norte-americano.

Os investigadores encontraram instruções na Internet sobre como criar os dispositivos e compraram os componentes em lojas online e locais por menos de 150 dólares, segundo o relatório.

Na maioria dos casos, os agentes de segurança dos aeroportos seguiram os procedimentos adequados, porém os investigadores conseguiram levar o material para dentro dos aviões explorando as fraquezas do sistema.

Os testes foram solicitados pelo comitê de supervisão da Câmara dos EUA para que fosse determinado se havia falhas de segurança na revista de passageiros após o estabelecimento de políticas mais rigorosas em agosto de 2006.

- O Deparatamento de Segurança dos Aeroportos precisa explicar como, depois de gastar bilhões de dólares durante seis anos, continua falhando em conter a entrada de material perigoso dentro das aeronaves. Isto é inaceitável e deve ser corrigido - diz o senador Henry Waxman, do Comitê de Fiscalização do Governo no Senado americano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.