Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Putin quer saída de ex-repúblicas soviéticas da Otan, veto à entrada da Ucrânia e retirada de armas nucleares que EUA armazenam na Europa
Putin quer saída de ex-repúblicas soviéticas da Otan, veto à entrada da Ucrânia e retirada de armas nucleares que EUA armazenam na Europa| Foto: EFE/EPA/MIKHAIL METZEL/SPUTNIK/KREMLIN

A Rússia divulgou nesta sexta-feira (17) um rascunho de um acordo que pretende negociar com os Estados Unidos para resolver a crise da concentração de tropas russas na fronteira com a Ucrânia.

Entre as demandas do texto, a Rússia exige que os Estados Unidos se comprometam a “impedir uma maior expansão para o leste da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a negar a adesão à aliança aos estados da antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas”, o que representaria a saída de Estônia, Letônia e Lituânia da Otan e o veto a uma possível entrada da Ucrânia na organização.

A Rússia também demanda a devolução “aos territórios (de EUA e Rússia) de armas nucleares já implantadas fora de seus territórios”, o que significaria a remoção de armas nucleares que os Estados Unidos armazenam na Europa.

A Ucrânia estima que mais de 90 mil soldados russos já estão concentrados na fronteira e teme uma invasão nos moldes da anexação da Crimeia e dos movimentos separatistas na região de Donbass, ambos em 2014. Moscou alega que seu único objetivo é a autodefesa.

Um funcionário de alto escalão do governo americano disse à Reuters que os Estados Unidos darão uma resposta às demandas russas na próxima semana, mas já adiantou que “há coisas nesses documentos que os russos sabem que são inaceitáveis”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]