i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Voo MH370

São já 26 os países que buscam avião, da Indonésia ao Cazaquistão

A busca se centra em dois corredores: um que parte da Indonésia e adentra no sul do oceano Índico, a oeste da Austrália; e outro que começa no norte da Tailândia e vai até Cazaquistão e Turcomenistão

  • PorEfe
  • 17/03/2014 04:57
Mulher assina a camiseta de uma criança com mensagens pedindo para que o mundo reze pelos passageiros e tripulantes do voo MH370 | Reuters/Damir Sagolj
Mulher assina a camiseta de uma criança com mensagens pedindo para que o mundo reze pelos passageiros e tripulantes do voo MH370| Foto: Reuters/Damir Sagolj

O número de países que colaboram na busca do avião da Malaysia Airlines, desaparecido com 239 pessoas a bordo desde o último dia 8, aumentou para 26, informaram nesta segunda-feira (17) as autoridades da Malásia, que coordenam as operações.

A lista oficial inclui Austrália, Bangladesh, Mianmar, Brunei, China, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Filipinas, França, Índia, Indonésia, Japão, Cazaquistão, Quirguistão, Laos, Malásia, Nova Zelândia, Paquistão, Reino Unidos, Rússia, Cingapura, Tailândia, Turcomenistão, Uzbequistão e Vietnã.

A busca se centra em dois corredores: um que parte da Indonésia e adentra no sul do oceano Índico, a oeste da Austrália; e outro que começa no norte da Tailândia e vai até Cazaquistão e Turcomenistão.

O Ministério das Relações Exteriores da Malásia enviou notas diplomáticas a todos os países por onde passam os corredores norte e sul pedindo informação sobre seus radares e satélites, operações em terra, mar e ar, planos de busca e resgate e qualquer outro detalhe que possa ajudar a localizar o avião.

OO voo MH370 saiu de Kuala Lumpur em direção a Pequim na madrugada de 8 de março e desapareceu do radar cerca de 40 minutos após a decolagem com 227 passageiros e 12 tripulantes a bordo.

A investigação oficial confirmou que o Boeing 777-2000 desligou seus sistemas de comunicação e mudou de rota deliberadamente.

Três analistas franceses em segurança na avião civil chegaram à Malásia para participar das investigações e para ajudar com sua experiência no acidente do voo 447 da Air France que desapareceu em pleno voo, quando viajava do Rio de Janeiro para Paris, em 2009.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.