i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleição

Sarkozy vai processar site que o liga ao ditador Kadafi

  • PorAgência Estado
  • 30/04/2012 21:20

O presidente da França, Ni­­colas Sarkozy, disse ontem que vai processar um site de notícias que afirma ter provas de que ele foi financiado por Muamar Kadafi (1942-2011), ex-ditador da Líbia.

Sarkozy nega a afirmação, que veio à tona pela primeira vez quando um dos filhos de Kadafi falou sobre o assunto no ano passado, épo­­ca na qual a França fazia pressão para a realização de ataques aéreos contra as forças do líder líbio com o objetivo de encerrar a repressão aos rebeldes.

A acusação surge no mesmo dia em que Sarkozy conseguiu diminuir a diferença nas intenções de voto em­­ relação ao rival socialis­­ta François Hollande antes do segundo turno da eleição­­ pre­­sidencial da França, segundo pesquisa publicada­­ ontem.

O levantamento da Ipsos, que entrevistou 988 eleitores na sexta-feira e sábado, indica que Sarkozy terá 47% dos votos no próximo domingo, um ponto porcentual a mais do que na pesquisa anterior, realizada logo após o primeiro turno, ocorrido no último dia 22.

Para conseguir se igualar na disputa com Hollande, o presidente francês precisa conquistar os votos da ex­­tre­­­­ma direita e torcer para que não aumente a transferência de apoio a Hollande dos eleitores de Jean-Luc Me­­­­len­­chon, candidato da extre­­ma esquer­­da no primeiro turno.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.