Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Sequestros de navios pelo mundo atingiram o índice mais alto em cinco anos nos primeiros nove meses de 2010, informou uma agência reguladora de atividades marítimas nesta segunda-feira. O número vem aumentando principalmente por conta dos ataques de piratas somalis em regiões mais distantes da costa, buscando evitar as patrulhas navais.

Segundo a Agência Marítima Internacional (IMB), seu centro de monitoramento de pirataria, em Kuala Lumpur, na Malásia, registrou 39 sequestros entre janeiro e setembro deste ano, um aumento em relação aos 34 no mesmo período do ano passado e aos 11 sequestros de 2006.

No entanto, o número total de incidentes de pirataria no mundo, que inclui ataques e invasões, diminuiu 5,5 por cento em relação aos 306 nos primeiros nove meses de 2009. Segundo o relatório trimestral da agência, neste ano houve 289 incidentes de pirataria no mundo, entre sequestros, ataques e invasões.

"Piratas somalis estão atacando regiões mais distanciadas das águas com forte patrulha, como o Golfo de Áden, e indo para os mares adjacentes", disse Noel Choong, chefe do centro de monitoramento de pirataria do IMB.

Piratas fortemente armados com equipamentos automáticos e granadas de propulsão a foguete foram responsáveis por 35 dos 39 sequestros neste ano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]