Alexis Tsipras, líder do principal partido de esquerda Syriza, discursa para partidários após o anúncio das sondagens durante as eleições parlamentares | EFE/EPA/YANNIS KOLESIDIS
Alexis Tsipras, líder do principal partido de esquerda Syriza, discursa para partidários após o anúncio das sondagens durante as eleições parlamentares| Foto: EFE/EPA/YANNIS KOLESIDIS

O líder do partido de esquerda Syriza e provável próximo primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, disse que não irá romper com os credores do país, mas reiterou que o povo grego votou pelo fim das medidas de austeridade e abolição da Troika.

Em um discurso de vitória, Tsipras disse que seu governo vai apresentar aos credores seu plano de ajuste fiscal de quatro anos que irá substituir o existente, elaborado pelo governo anterior, de Antonis Samaras. Ele também disse que o novo governo irá apresentar o seu próprio plano de sustentabilidade da dívida pública.

"Não haverá choque catastrófico (com os credores), nem uma continuidade dessa submissão. O novo governo grego está pronto para cooperar e negociar com parceiros da Grécia uma solução justa e viável. Com o seu próprio plano fiscal, seu próprio plano de dívida", disse Tsipras. "Estamos bem ciente de que não temos um cheque em branco. Vamos formar um governo que represente todos os gregos", acrescentou, dando a entender que mesmo que o seu

Partido obtenha maioria absoluta no Parlamento estará aberto para alianças com outros partidos anti-austeridade.

Os resultados parciais da eleição na Grécia ainda não mostram se o Syriza conquistará mais da metade das cadeiras no Parlamento. As indicações são de que o partido terá entre 149 e 151 assentos de um total de 300. Fonte: Market News International

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]