i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
artigo

A casa em ordem

Michel Temer entrega um Brasil muito melhor do que aquele que recebeu há dois anos e meio – e em processo de transição tranquilo, colaborativo e transparente

  • PorMichel Temer
  • 30/11/2018 23:01
 | Alan Santos/PR
| Foto: Alan Santos/PR

Assumi o governo do Brasil em 2016 com uma dura missão: retirar o país de sua mais grave crise. Tínhamos que estancar o desemprego, restaurar a responsabilidade fiscal e garantir programas sociais. Ao chegar ao final de meu mandato, posso dizer que meu governo jamais parou de trabalhar na direção daquilo a que nos propusemos. E quem trabalha tem resultados para mostrar.

Entregaremos um Brasil muito melhor do que aquele que recebemos há dois anos e meio – e o faremos em processo de transição tranquilo, colaborativo e transparente. Entregaremos um Brasil em ordem – um Brasil mais forte e organizado, mais confiante e determinado no rumo do desenvolvimento e da prosperidade.

O Brasil que encolhia a um ritmo de quase 4% ao ano, agora cresce cerca de 1,5%. A recessão que dizimava mais de 150 mil empregos por mês acabou. O emprego voltou, com quase 800 mil empregos gerados de janeiro a setembro. O déficit orçamentário foi R$ 30 bilhões menor que o previsto, graças ao efetivo controle dos gastos públicos. Juros e inflação despencaram para as menores taxas da história.

Os números do período são incontestáveis: as duas maiores safras da história, os dois maiores superávits comerciais, a recuperação de todas as empresas estatais

Os números do período são incontestáveis: as duas maiores safras da história, os dois maiores superávits comerciais, a recuperação de todas as empresas estatais, o recorde na concessão de títulos de propriedade, agrárias e urbanas, as demarcação das maiores áreas de conservação ambiental. Todas essas informações estão detalhadas no www.planalto.gov.br.

Zeramos a fila do Bolsa Família e atendemos hoje 160 mil famílias a mais que o recorde do governo anterior. Graças ao “Progredir”, programa para desenvolver o espírito empreendedor e para criar emprego para quem mais precisa. No começo de outubro, pelo menos 200 mil pessoas haviam conseguido emprego.

Tive a coragem de fazer a reforma do Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular, demandas de mais de 20 anos dos educadores brasileiros. Criamos mais 500 mil vagas de ensino em tempo integral. E o governo está investindo R$ 2 bilhões na Política de Formação de Professores, beneficiando 190 mil docentes.

Leia também: A transição rende frutos (editorial de 22 de novembro de 2018)

Leia também: Mandato popular na política externa (artigo de Ernesto Araújo, publicado em 22 de novembro de 2018)

Com o programa Criança Feliz, estamos cuidando de crianças e gestantes beneficiárias do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada. Até setembro de 2018, 327 mil crianças e 57 mil gestantes já tinham sido atendidas.

Por fim, temos um novo Brasil, mais forte, mais otimista. Não há espaço para retroceder. As mudanças precisam continuar. O Brasil está pronto para crescer com consistência, por que demos um rumo seguro para nosso futuro.

Essa recuperação está sendo percebida em todas as regiões do país. Com a economia fortalecida, meu governo fez os investimentos de que as regiões mais precisavam. Na infraestrutura, com o programa Avançar, o governo está investindo, até o final de 2018, cerca de R$ 25 bilhões nos três estados do Sul.

Agora, é preciso assegurar a todos os brasileiros, sem exceção, a continuidade dos avanços.

Michel Temer é presidente da República.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.