i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

A independência da Ucrânia e os desafios impostos pela agressão estrangeira

  • PorRostyslav Tronenko
  • 24/08/2020 08:00
A independência da Ucrânia e os desafios impostos pela agressão estrangeira
| Foto: Pixabay

No dia 24 de agosto, o povo ucraniano comemora uma data muito importante: o dia da independência do país. Neste mesmo dia, em 1991, a Verkhovna Rada (Parlamento) da então República Socialista Soviética da Ucrânia aprovou a Declaração da Independência do país, resultando no resurgimento do Estado moderno ucraniano.

A proclamação da independência coroou uma luta de mais de três séculos para que os ucranianos tivessem, de novo, seu próprio Estado e pudessem desenvolver livremente a cultura nacional, tornando-se membros da comunidade internacional.

A independência nacional trouxe ao povo direitos e liberdades individuais, colocando fim ao sistema totalitário e opressivo soviético. O estabelecimento de uma nova Ucrânia soberana passava simultaneamente pelo fortalecimento da democracia e da construção de uma economia de mercado socialmente orientada.

A Ucrânia tem uma contribuição significativa para o fortalecimento da paz e da segurança internacional, sendo o primeiro país no mundo a renunciar voluntariamente ao arsenal nuclear poderoso que havia herdado da União Soviética. Ao longo de três décadas, temos sido participantes ativos de quase todas as principais missões de paz internacionais.

A Constituição da Ucrânia determina, como principal objetivo estratégico, a adesão à União Europeia (UE) e à Organização do Atlântico do Norte (Otan) como membro de plenos direitos. A esse propósito estão subordinados tanto esforços da política externa como reformas na política interna e socioeconômica, já implementadas no país. A grande conquista na integração europeia da Ucrânia é o Acordo de Associação com a UE – que, entre outros aspectos, estabeleceu uma zona de livre comércio.

Infelizmente, neste momento a Ucrânia é obrigada a adiar os seus sonhos de progresso, avanços na economia e desenvolvimento por causa da agressão terrorista da Rússia, que não aceita sua realização. Por meio da sua imposição neoimperialista, ela quer privar o povo ucraniano da sua liberdade, soberania e direito de escolha.

Desde o início da agressão russa, a Ucrânia pediu que a comunidade mundial aplicasse todos os meios legais para combater a política criminosa. Com o desrespeito da Rússia aos princípios básicos do Direito Internacional, a situação na região continua a se agravar. Felizmente, a Ucrânia conta com a comunidade de vários milhões de patriotas ucranianos no mundo, que sempre promovem ativamente a cooperação entre a sua pátria histórica e o país da sua residência atual.

Os descendentes ucranianos no Brasil, que hoje somam mais de 1 milhão de pessoas – a maioria delas no Paraná –, celebram na mesma data, 24 de agosto, o Dia Nacional da Comunidade Ucraniana no Brasil. A comunidade ucraniana, ao longo desses 129 anos desde sua chegada ao Brasil, teve importantes contribuições na cultura, tradição e no desenvolvimento econômico brasileiros, honrando e dignificando também o nosso país. Um exemplo disso é a pêssanka ucraniana, um dos símbolos de grande orgulho do Paraná e da integração bem-sucedida desta comunidade na sociedade brasileira.

Rostyslav Tronenko é embaixador da Ucrânia no Brasil.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.