Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Confesso que me assustei. Neste ano a pressão começou cedo demais. Comprar panetones e enfeites de Natal em outubro? O dia das crianças não foi ontem?

O Natal está começando a tomar conta dos lugares. Não demorará e você será inundado de cobranças como “você já montou a sua árvore?”, “fez suas encomendas de Natal?”, “onde você vai passar o Natal?”

Assim vai se firmando um modelo de festa natalina com um ritual previsto que é, para muitos, opressor. Expectativas em excesso misturadas com a dura realidade infalivelmente causam frustração. Trata-se da Síndrome do Natal Perfeito: a obrigação de ser e fazer o outro feliz no cenário verde e vermelho. Investimos na aparência e ignoramos a essência.

Que lições aprendemos dos anos anteriores? Muitos presentes que as crianças pedem são desnecessários. É caro fazer a refeição com ingredientes importados e idealizada para clima de inverno. Poucos têm tempo, energia e dinheiro para dar conta de todas as exigências natalinas. Muitos terão de lidar com a perda de parentes queridos. Grande parte celebrará a data com dívidas.

Não deixe os fabricantes ditarem suas atitudes e destroçarem suas expectativas

Já ouvi de amigos que o Natal é o período mais triste e tenso do ano. Há aqueles que nem querem participar das festas. O sonho de outros é dormir no dia 23 e acordar no dia 26. Que pena!

Sugiro uma mudança de modelo mental para 2015. Natal quer dizer nascimento. Celebrar o nascimento significa uma festa de aniversário. Como se trata de uma data cristã, a ideia é o aniversário de Jesus, correto? Sendo assim, a essência da data é celebrar o aniversário de Jesus.

Faça uma análise rápida. O marketing dos anunciantes é para os convidados da festa e não tem relação alguma com o aniversariante. Você consegue imaginar Jesus chegando para a celebração de Natal a que você vai? Será que Ele ficaria à vontade? Qual presente ao pé da árvore seria dEle? Como seria o clima da festa?

Não se aborreça e nem fique chateado, mas esse novo modelo de Natal não tem a ver com você e com suas necessidades. Esse Natal tem relação com os valores, ensinamentos e prioridades do aniversariante.

Nessa nova abordagem, as perguntas são outras. Que tipo de presentes Jesus gostaria de ganhar? Que clima familiar Ele gostaria de ver? Quais seriam as atitudes que deixariam o aniversariante feliz na festa? Como comemorar? O que comer e beber? Que presentes comprar?

Precisa de ideias de presentes para Jesus? Estas certamente agradariam o aniversariante e não dependem de quanto dinheiro você tem: perdoar alguém, ser grato, visitar um doente, abandonar um vício, conseguir um trabalho, reatar com o cônjuge, encorajar um idoso, conversar mais com Deus, cumprimentar os que lhe servem, honrar seus pais, pedir perdão, restabelecer um relacionamento, amar os filhos, cumprir promessas, ajudar um órfão, visitar uma viúva e parar de roubar, o que quer que seja.

Não deixe os fabricantes ditarem suas atitudes e destroçarem suas expectativas. Seja corajoso. Evite sentimentos de tristeza e frustração. Mude a perspectiva. Comece agora mesmo, em outubro, um novo modelo de Natal para 2015. Será a celebração mais iluminada, leve e espiritual que você já viveu.

E, falando no aniversariante, quando Ele esteve entre nós, chorou, teve fome, ficou cansado e passou por dores. Como você se sentiria se os convidados da sua festa de aniversário nem lhe dirigissem a palavra? Como você reagiria se as pessoas comessem, bebessem e presenteassem umas às outras ignorando sua presença?

Se eu fosse Jesus, cairia em depressão.

Adriana Pasello é professora e autora do blog “Diário de Viagem”.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]