Resposta ao artigo “A incompatibilidade do Islamismo com a civilização ocidental”
| Foto: Pixabay

O Grupo de Diálogo Inter-religioso (GDI) de Londrina, fundado em 2015 como movimento da sociedade civil, congrega representantes de entidades religiosas presentes na cidade de Londrina/Pr, incluindo cristianismo, islamismo, judaísmo, crenças orientais, crenças de matriz africana, entre outros, num total de 15 igrejas ou entidades. O objetivo do GDI é promover a paz e o entendimento entre as crenças religiosas, bem como preservar o direito à consciência e à liberdade religiosa. O GDI é filiado a maior rede inter-religiosa do mundo, a URI (United Religions Intitiative).

Nós, do Grupo de Diálogo Inter-religioso (GDI) de Londrina, tomamos conhecimento através da internet de artigo de opinião publicado neste jornal em 11 de novembro de 2020 intitulado “A incompatibilidade do Islamismo com a civilização ocidental”, de autoria do senhor Orlando Tambossi.

Vivemos em um país que concede e preserva a liberdade de expressão, o que é uma dádiva na vida dos brasileiros. Por outro lado, entendemos que a preservação de liberdade de expressão não é uma licença para a divulgação de falsidades, principalmente aquelas que fomentem o discurso de ódio contra qualquer classe, especialmente as minorias.

O artigo já citado, além de desrespeitoso, está incorreto em vários aspectos já que confunde terrorismo (prática criminosa) com o islamismo (religião), como se fossem sinônimos. Esse tipo de publicação só gera desconfiança, ódio e intolerância aos muçulmanos. Não precisamos lembrar que os muçulmanos não são as únicas vítimas de campanhas de desinformação em nosso país, mas frequentemente também ocorrem situações vitimizando o Candomblé, a Umbanda, o Judaísmo, etc.

*Grupo de Diálogo Inter-religioso de Londrina.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]