Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa, em depoimento à CPI da Covid.
Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa, em depoimento à CPI da Covid.| Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Para começar este resumo de notícias. O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, prestou depoimento por seis horas na CPI da Covid no Senado. Em sua fala, ele expôs divergências com o presidente Jair Bolsonaro em diferentes pontos relacionados à pandemia, como o uso de máscaras, a vacinação e, principalmente, o tratamento precoce. O uso da cloroquina foi o tema mais abordado durante a sessão da CPI. Barra Torres confirmou que houve uma reunião no Palácio do Planalto em que se discutiu a possibilidade de mudança da bula da cloroquina e disse ter se oposto a isso com veemência.

Mais vacinas. Fora da CPI, o governo anunciou novas medidas de combate à pandemia. O Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 909 milhões para enfrentamento da Covid-19 e a compra de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer.

Comunicação. Nesta quarta-feira (12) a CPI ouve o ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, que disse em entrevista que o ex-ministro Eduardo Pazuello é o principal responsável pelo atraso na vacinação. Olavo Soares mostra como foi o dia na CPI.

Utilidade pública  

Apoio a microempresas. O Senado aprovou uma nova rodada do programa de crédito a micro e pequenas empresas, o Pronampe. Relatora do projeto, a senadora Kátia Abreu (PP-TO) defende que o governo destine R$ 10 bilhões à nova rodada, mas até agora foi autorizada apenas a metade desse valor. Saiba mais detalhes do programa.

Vacinação de gestantes. O Ministério da Saúde confirmou a suspensão da vacinação contra a Covid-19 em gestantes com a vacina de Oxford/AstraZeneca. A medida foi tomada após recomendação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa). Amanda Milléo explica o que se sabe até agora sobre os possíveis efeitos do imunizante em grávidas.

Atualização. O Brasil registrou nesta terça mais 2.311 mortes por Covid-19 e 72.715 novos casos da doença, segundo boletim do Ministério da Saúde. Ao todo, o Brasil já contabiliza 15.282.705 diagnósticos positivos e 425.540 óbitos. Quanto à vacinação, até o momento foram imunizados 32.422.782 com a primeira dose e 15.430.536 com a segunda.

Política e economia

Toffoli sob suspeita. A Polícia Federal encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de abertura de inquérito para investigar o ministro Dias Toffoli, ex-presidente da Corte entre 2018 e 2020. A suspeita é de que ele tenha recebido R$ 4 milhões para favorecer prefeitos do estado do Rio de Janeiro. Entenda a denúncia.

Lava Jato. Os números acumulados pela Operação Lava Jato fazem dela a maior operação contra a corrupção da história do Brasil. Reportagem de Tiago Cordeiro mostra quanto dinheiro foi recuperado pela força-tarefa e para onde ele foi destinado. A Gazeta do Povo decidiu que não vai deixar os corruptos vencerem. Una-se a esse movimento.

Giro pelo mundo. O governo de Israel declarou estado de emergência na cidade de Lod, a sudeste de Tel Aviv, em meio ao recente confronto entre Israel e grupos terroristas na Faixa de Gaza. Na Rússia, sete estudantes e uma professora morreram em um ataque com arma de fogo em uma escola na cidade de Kazan. Na Argentina, o governo quer poderes para suspender aulas presenciais onde há alto risco sanitário.

O que mais você precisa saber hoje

Entrevista. Bia Kicis: PEC propõe voto impresso auditável e não volta da cédula de papel

Câmara. Centrão se articula para esvaziar o “kit obstrução” e dificultar atuação da oposição

Economia. Paulo Guedes diz que não faz mais previsão sobre aprovação de reformas

Defesa da vida. Sucesso no Instagram, campanha quer salvar bebês e apoiar mães a não abortar

Colunas e artigos

Manobras do Judiciário. Ex-coordenadora da Lava Jato em São Paulo, a procuradora Thaméa Danelon é a nova colunista da Gazeta do Povo. Em entrevista a Cristina Graeml, ela falou sobre as tentativas do Poder Judiciário de inocentar bandidos e criminalizar investigadores. Confira também sua coluna de estreia, na qual comenta as anulações dos processos contra o ex-presidente Lula. E conheça o documentário que mostra como os soviéticos reagiram à morte do ditador Joseph Stalin.

Nossa visão  

Combate à corrupção. Os corruptos, seus aliados e seus apoiadores andam em festa. Depois de anos em que eles finalmente estiveram na defensiva graças à coragem e ao heroísmo de inúmeros agentes da lei, conhecidos e anônimos, sua vingança caminha a todo o vapor. Mas ainda perdura uma última trincheira antes que os corruptos possam cantar a vitória completa: todos nós, os brasileiros fartos da ladroagem. Tema para o nosso novo editorial: O combate à corrupção também precisa de nós.

A sociedade precisa tomar as rédeas e pressionar de baixo para cima – por exemplo, exigindo leis que dificultem a vida dos corruptos, em vez de facilitá-la, e pressionando os governantes para que nomeiem melhores ministros para as cortes superiores. Por fim – e isso depende exclusivamente de cada um de nós –, que não nos esqueçamos de que, em 2022, haverá muitos ladrões querendo nosso voto, dispostos a fazer dele uma anistia ou atestado de inocência. Sem memória não seremos capazes de fechar-lhes as portas.

Para inspirar

Pedido de Natal. Imagine estar dirigindo e se deparar com um balão vazio contendo uma carta com um pedido de Natal. Isso aconteceu com o norte-americano Alvin Bamburg, que dirigiu quase mil quilômetros para atender o pedido. Saiba o desfecho dessa história. Tenha um ótimo dia!

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]