Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
TCU
TCU vai investigar servidor sobre relatório que questiona o número de mortes por Covid-19 registradas.| Foto: Divulgação

Para começar este resumo de notícias. O Tribunal de Contas da União (TCU) afastou por 60 dias o auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, apontado como autor de um relatório que apontaria “supernotificação” dos casos de Covid-19 no Brasil em 2020. O relatório foi citado pelo presidente Jair Bolsonaro e desmentido pelo TCU no mesmo dia. Alexandre também deverá ser convocado para prestar depoimento na CPI da Covid. A convocação do auditor foi aprovada pelos senadores, juntamente com outras sete convocações, entre elas a do deputado federal e ex-ministro Osmar Terra (MDB-RS).

Cloroquina. Quem prestou depoimento à CPI na quarta-feira (9) foi Elcio Franco, ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde. Aos senadores, ele afirmou que a pasta não comprou cloroquina para o tratamento de Covid-19 em 2020.

Quem é? Alexandre Silva Marques é servidor do TCU desde 2008 e amigo da família Bolsonaro. Ele chegou a ser indicado em 2019 para ocupar uma diretoria no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Saiba mais sobre o auditor.

Utilidade pública  

Testes da Butanvac. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a realização de testes clínicos em humanos da Butanvac, a vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butantan. Saiba como vão funcionar os testes. Os Estados Unidos anunciaram a compra de 500 milhões de doses da Pfizer para doar a outros países.

Reação à vacina. Você tomou a vacina contra a Covid-19 e teve reações como dor no braço, dor de cabeça, mal estar e febre? Fique tranquilo, isso pode indicar que o organismo está atingindo o objetivo principal da vacina: aprender a se proteger. Amanda Milléo explica como isso acontece.

Atualização. O Brasil registrou nesta quarta mais 2.723 mortes por Covid-19 e 85.748 novos casos da doença, segundo boletim do Ministério da Saúde. Ao todo, o Brasil já contabiliza 17.122.877 diagnósticos positivos e 479.515 óbitos. Quanto à vacinação, até o momento foram imunizados 51.465.240 com a primeira dose e 23.347.554 com a segunda.

Política e economia

Copa América. O Supremo Tribunal Federal (STF) se reúne nesta quinta-feira (10) para julgar duas ações que pedem a suspensão da Copa América no Brasil. O que acontece se a Corte decidir pelo cancelamento? E o que o governo federal ganha com a competição? Confira as respostas. Após toda a polêmica, o técnico Tite convocou a seleção brasileira para o torneio.

Reforma administrativa. A Câmara dos Deputados instalou a comissão especial que vai analisar o projeto da reforma administrativa, responsável por definir novas regras para o serviço público. Saiba como ela ficou composta. Mas, se antes essa era uma prioridade do governo federal, agora a ideia é “tirar o pé”. Rodolfo Costa explica por quê.

Giro pelo mundo. A ditadura de Daniel Ortega, na Nicarágua, anunciou a prisão do quarto pré-candidato da oposição à presidência do país em uma semana. O presidente da Argentina, Alberto Fernández, disse em uma coletiva de imprensa que “os brasileiros vieram da selva”.

O que mais você precisa saber hoje

Ministério Público. Quem são os procuradores que disputam o cargo de Aras na PGR, e quais as chances deles

Crise. Pequena indústria está pessimista em meio à retomada da economia. Quais as razões

História. Como Ronald Reagan articulou a derrocada do comunismo

Tecnologia. Startups brasileiras batem recorde de captação: US$ 3,9 bi em 6 meses

Colunas e artigos

Plantio da maconha. Deputados tentam reverter a aprovação do projeto que libera o plantio da maconha no Brasil. Um deles é Diego Garcia (Podemos-PR), que conversou com Cristina Graeml. Flavio Gordon mostra como a hipótese da origem laboratorial do coronavírus escancarou o colapso de parte da imprensa. Em artigo, Jonathan Miltimore explica por que os lockdowns não reduziram as mortes, mas impactaram os empregos.

Nossa visão  

Truculência na CPI. Uma investigação digna do nome sobre o combate à Covid-19 no Brasil estaria buscando, com serenidade e sem julgamentos precipitados, informações importantes sobre a pandemia. No entanto, o que mais salta aos olhos a quem acompanha os trabalhos da CPI no Senado é o despreparo, a arrogância, o preconceito e a busca por holofotes que norteiam vários dos seus integrantes. Tema para o nosso editorial: Machismo e truculência na CPI.

Para muitos dos senadores ali presentes, importa menos a verdade que a publicidade, ainda que isso represente bater boca com colegas – o que tem ocorrido com bastante frequência – e humilhar depoentes, especialmente (mas não apenas) quando eles integraram o governo federal ou manifestam alguma afinidade com as posições do presidente Jair Bolsonaro ou do Ministério da Saúde. Nos últimos dias, a agressividade dirigiu-se especialmente a duas profissionais da área médica chamadas a participar de sessões da CPI: Mayra Pinheiro e Nise Yamaguchi.

Para inspirar

Pais, filhos e avós. A relação dos avós com os netos é baseada em uma afetividade mais livre, já que não têm o compromisso de impor regras e de educar. Por isso, é importante saber equilibrar essas relações para evitar conflitos. Sissy Zambão, do Sempre Família, dá dicas para esse entendimento. Tenha um ótimo dia!

9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]