i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
bom dia

Fogo e fúria despencam sobre Donald Trump

E mais: o (quase) vice de Bolsonaro, a tramoia irresponsável no Supremo e as tensões na terra dos campeões da copa

  • PorRenan Barbosa, com colaboração
  • 17/07/2018 22:48
 |
| Foto:

Bom dia!

Caiu como uma bomba nos Estados Unidos a declaração do presidente Donald Trump em Helsinque, na Finlândia, a respeito das controvérsias sobre a interferência russa nas eleições do país em 2016: “Eles dizem que foi a Rússia. Estou aqui ao lado do presidente Putin. Ele diz que não foi. Eu não vejo por que seria”, afirmou a respeito das conclusões da comunidade de inteligência de seu próprio país. Do Partido Democrata já se esperam críticas sobre o que Trump diz, mas o bombardeio veio de Republicanos e conservadores.

Ben Shapiro, um dos mais conhecidos articulistas conservadores nos Estados Unidos, chamou o dueto Trump-Putin de “nojento”:

Isso não significa, como os democratas sugeriram, que Trump está na cama com os russos. Muito mais provavelmente, significa que o ego de Trump é uma ferida aberta gigante, constantemente fluindo raiva sobre a sugestão de que sua vitória nas eleições de 2016 tenha sido, de alguma forma, inválida.

Já Rodrigo Constantino tentou enxergar o que há por trás do estilo controverso – para dizer o mínimo – de Donald Trump:

Trump parece sempre obcecado com resultados, e era assim em sua vida profissional antes. Os métodos às vezes podem incomodar, ele sabe explorar sua imagem a seu favor, usa a fama de maluco para conquistar bons negócios com sua imprevisibilidade. É alguém que flerta com o caos e assume grandes riscos de olho no prêmio à frente.

Seja como for, ontem (17) Trump pareceu recuar: "Eu aceito a conclusão da nossa comunidade de inteligência de que ocorreu a intromissão da Rússia na eleição de 2016". O presidente americano garantiu ainda que não vai suspender qualquer sanção contra a Rússia e que respeita os aliados europeus. Pudera: a cúpula da Otan tinha gerado um baita mal-estar. 

O que está em jogo

Por trás do diz que diz, há muita coisa em jogo. Filipe Figueiredo explica o contexto e as tensões da cúpula entre Trump e Putin, a primeira entre Estados Unidos e Rússia desde 2010:

[A] anexação da Crimeia e as subsequentes sanções à Rússia; o Irã e o acordo nuclear; a Síria e a segurança de Israel; o desgaste com a OTAN e o envenenamento de um espião russo no Reino Unido; a Coreia do Norte e a China; terrorismo e crimes internacionais.

Agora vai?

Depois de romper o noivado com o senador Magno Malta (PR-ES), o pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) deve anunciar hoje (18), “muito possivelmente”, seu vice. Será um general, provavelmente Augusto Heleno Ribeiro Pereira, que comandou as forças de paz da ONU no Haiti e hoje prepara o programa de segurança pública da campanha.

Corre, corre

O leilão das alianças e coligações está correndo solto. O período das convenções partidárias, quando os partidos anunciam seus candidatos, começa nesta sexta-feira (20) e vai até cinco de agosto. Flávia Pierry te conta quais agremiações já marcaram a data.

De grão em grão

No primeiro dia de vaquinha virtual para as campanhas, a pré-candidata Marina Silva já arrecadou mais de R$ 32 mil. Todos os candidatos podem arrecadar dinheiro pela internet, mas só podem gastar a partir do início oficial das campanhas.

Irresponsabilidade

No país que quase não tem problemas nas contas públicas, alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e parlamentares estão aventando a ideia de elevar o teto constitucional e aumentar os salários dos magistrados em uma quantia que corresponde exatamente à do auxílio-moradia. A votação ficaria para depois de outubro, para evitar que o eleitor reaja nas urnas. Diante de tal cenário, a Gazeta do Povo comenta em Editorial:

Que isso esteja sendo cogitado em um momento como este só demonstra a bolha em que os responsáveis por essa negociação se encerraram, insensíveis às dificuldades do Brasil real, onde a esmagadora maioria dos trabalhadores não recebe de salário o que um juiz ganha apenas de auxílio-moradia. Que pretendam votar o aumento apenas depois das eleições é demonstração cabal de que os envolvidos têm perfeita noção do dano que causam.

Morre de fome

Não está dando conta de acompanhar os movimento da defesa do ex-presidente Lula (PT)? Não tem problema: a equipe de República te explica por que a defesa do ex-presidente está em pé de guerra.

Surpresa

O investidor está com medo do Brasil. Adivinha por quê? Insegurança política e jurídica – e o pior é que as eleições, sozinhas, não vão dar um jeito nisso.

Estilo de Vida

Não está dormindo de saudades da Copa? Confira as indicações dos nossos editores:

Durma bem. Isadora Rupp (Viver Bem) escreve: “Se você teve uma noite mal dormida, saiba que não é só o seu humor que pode ser afetado esta manhã: provavelmente suas células estão mais danificadas. Um estudo norte-americano feito com moscas (sim, com moscas) provou que dormir traz um benefício antioxidante importante para o organismo”.

Quero mais. Luan Galani (Haus) escreve: “Já bateu saudades da Copa? Enquanto a edição de 2022 no Catar ainda está distante, mostramos um aperitivo de como serão os oito estádios do próximo mundial. Os desenhos são incríveis e projetados por nomes de renome internacional, como Zaha Hadid e Ibrahim Maidah”.

Volta ao mundo em 1 minuto

Tem futebol em nossas notícias internacionais hoje também. Vandré Kramer (Mundo) escreve:

Tensões. Três dias depois do final da Copa do Mundo, na Rússia, ainda se discutem as razões para o sucesso dos Les Bleus, como também é conhecida a seleção francesa. Mas, por baixo dos panos, há tensões profundas de raça e de classe na escolha dos jogadores.

Nicarágua. E, no país da América Central, as coisas vão de mal a pior. A ditadura de Daniel Ortega lançou uma ofensiva contra a cidade rebelde de Masaya. Os níveis de violência no país são os maiores desde 1979, quando, justamente, Ortega liderou a mobilização para derrubar outro ditador: Anastácio Somoza. Já são mais de 300 mortes”.

Paraná

Aqui no estado, como no Brasil, a mesma indefinição ronda as coligações partidárias. Euclides Lucas Garcia (Política Paraná) escreve:

Última hora. Já sabe quem o seu pré-candidato preferido a governador do Paraná vai apoiar para presidente? Não? Nem eles mesmos sabem. A um mês do início da propaganda eleitoral, vários presidenciáveis ainda não encontraram palanques no estado. E só faltam três dias para o início das convenções partidárias.

Medo. Escolhido normalmente em cima do laço, o candidato a vice-governador costuma ser a arma secreta para atrair tempo de tevê e dinheiro do fundo partidário. Mas o medo de ele vir carregado de denúncias a tiracolo fez com que nenhum vice tenha sido anunciado até agora, a apenas três dias do início das convenções partidárias

Dá pra acreditar? Uma operação das polícias Federal e Civil desarticulou uma quadrilha que tinha políticos como alvo. No Paraná, três deputados estaduais e a governadora Cida Borghetti tiveram o celular clonado. Golpistas pediam empréstimos aos contatos da agenda. Alguns, acreditem, chegaram a depositar a quantia pedida!

Enquanto isso, o setor produtivo trabalha a toda. Naidy Piva (Economia) escreve:

Mercado. “Há mais de 40 anos no mercado, a rede de lanchonetes Kharina vai colocar o pé na estrada. Depois de inaugurar sua prímeira loja em São Paulo, no mês passado, a marca quer inaugurar pelo menos oito novas unidades, até o final do ano que vem (todas fora do Paraná). O investimento chega a R$ 24 milhões”.

Curitiba

Na capital, não deixe os boatos sobre o sarampo pegarem você. Poupe energia para os eventos e confira as indicações de nossos editores:

Concorrência. Naidy Piva (Economia) escreve: Já um serviço que chega a Curitiba é o da startup catarinense Pegaki, que quer ser uma rival dos Correios. A empresa permite que lojas virtuais despachem as mercadorias para postos de coleta, em vez de mandar o produto para a casa do cliente.

Atenção. Fernanda Leitóles (Curitiba) escreve: “Boatos sobre o surto de sarampo se espalham nas redes sociais e no WhatsApp. O resultado é que alguns postos de saúde de Curitiba já registram aumento de procura pela vacina. Checamos o que é mito e o que é verdade.”

De olho no sábado. Andrea Torrente (Bom Gourmet) escreve: “Está chegando o dia de homenagear um dos patrimônios gastronômicas da cidade: a vina, também chamada de salsicha pelo resto do país. A sexta edição da Vinada Cultural será realizada no próximo sábado (28), na Praça Afonso Botelho, em frente à Arena da Baixada. O evento traz uma programação gastronômica e de lazer completa para toda a família. Confira os dogueiros participantes!

Curte música? Gilson Garrett Jr (Guia) escreve: “A melhor agenda de shows que rolam em Curitiba e região até o fim de 2018. Você encontra tudo isso e os melhores descontos para quem assina a Gazeta do Povo nesse roteiro que fizemos com quase 40 eventos do calendário musical da cidade”.

Um ótimo dia a todos!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.