i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
E também: Atualização Covid

Quem é o provável novo ministro do STF. Bolsonaro rebate Biden, candidato a presidente dos EUA

  • 01/10/2020 07:00
Kassio Nunes: candidato a novo ministro do STF
O desembargador Kassio Nunes, cotado para a vaga de Celso de Mello como novo ministro do STF.| Foto: Romério Cunha/Flickr Michel Temer

Para começar esse resumo de notícias. Com a aposentadoria de Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal (STF) antecipada para o dia 13 de outubro, o presidente Jair Bolsonaro já “prepara a caneta” para fazer sua primeira indicação à Corte. Um nome até então pouco ventilado parece ter a preferência de Bolsonaro como novo ministro do STF: Kassio Nunes.

Indicação. Desembargador e vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF-1), Nunes teria sido indicado a Bolsonaro por um aliado do Centrão: o senador Ciro Nogueira (PI-PP). Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) já sinalizou que fará o possível para votar até dezembro na Casa a indicação de Bolsonaro para novo ministro do STF.

Quem é Kassio Nunes? Para que você, desde já, saiba quem é o provável novo ministro do STF, o correspondente da Gazeta do Povo em Brasília Wilson Lima apresenta a história de Kassio Nunes: de juiz que “liberou lagostas” a integrante da corte; confira o perfil do candidato à vaga de Celso de Mello. Nosso correspondente também apurou que Kassio Nunes é tido como um “juiz garantista”; entenda como isso impacta a Lava Jato.

Utilidade pública

Atualização. O Brasil voltou a registrar mais de mil mortes por coronavírus em 24 horas: foram 1.031 óbitos e 33.413 novos diagnósticos, segundo o último boletim do Ministério da Saúde. Até o momento, são 4.810.935 casos, 143.952 mortes e 4.180.376 recuperados.

Vacina. Nesta quarta-feira (30), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a mostrar otimismo quanto à vacina chinesa Coronavac, em desenvolvimento no Brasil em parceria com o Instituto Butantã. Ele estima o início das imunizações em 15 de dezembro; entenda o que pode impactar o calendário. Já a farmacêutica norte-americana Moderna divulgou que sua vacina experimental contra a Covid-19 gerou boa resposta imune em idosos, grupo considerado de risco para o novo coronavírus. Veja mais informações.

Política e economia

Renda Cidadã. Após o mercado reagir mal ao Renda Cidadã, anunciado como substituto do Bolsa Família e do auxílio emergencial, nesta quarta (30), o Ibovespa subiu após duas quedas, e a Boa Vista estreou na B3 em valorização. A alta na Bolsa é reflexo de o ministro da Economia, Paulo Guedes, negar que o governo irá limitar os precatórios para financiar o programa. Jéssica Sant’Ana apresenta detalhes sobre a ‘volta atrás’ na forma do financiamento do programa enquanto Fernanda Trisotto explica três recados do mercado ao governo.

Bolsonaro versus Biden. Durante o primeiro debate presidencial dos Estados Unidos, o adversário do presidente Donald Trump, Joe Biden, disse que o Brasil sofrerá "consequências econômicas " se não impedir o desmatamento na Amazônia. O presidente Jair Bolsonaro rebateu de forma incisiva: “Nossa soberania é inegociável”.  Mais tarde, em discurso na Cúpula da Biodiversidade das Nações Unidas (ONU), Bolsonaro subiu ainda mais o tom, associou ONGs a queimadas e disse que “rechaça a cobiça internacional”; confira no texto de Rodolfo Costa.

Trump versus Biden. O debate entre os candidatos dos partidos Republicano e Democrata à Casa Branca foi considerado de “baixo nível” e teve ofensas de ambos os lados. Veja um resumo de como foi o primeiro debate entre Donald Trump e Joe Biden e a análise de Jim Geraghty, correspondente político sênior do portal National Review, parceiro da Gazeta do Povo. A aposta de Trump agora é em eleitores indecisos.

Giro pelo mundo. Na Argentina, um dos cartunistas mais reconhecidos do mundo faleceu: Quino, criador da Mafalda. Na Europa, o conflito entre Armênia e Azerbaijão ganha escala: entenda o confronto no Cáucaso em 3 fatos e 1 mapa. E uma notícia de outro planeta: novos reservatórios de água foram encontrados em Marte.

O que mais você precisa saber hoje

Colunas e artigos

Debates necessários. Em nova coluna, o jornalista e escritor Paulo Polzonoff afirma que o totalitarismo progressista perdeu a graça com o argumento do gênero neutro. Essa imposição de ideias também é levantada pela jornalista Cristina Graeml, que faz um questionamento sobre o patrulhamento ideológico e banimentos: estamos vivendo uma Nova Idade Média? O professor de Filosofia Paulo Cruz complementa esse debate e escreve sobre a maldição das falácias estatísticas racialistas. Já o jornalista Gabriel de Arruda mostra uma série que mostra a incômoda proximidade de um pedófilo com políticos e celebridades.

Nossa visão

Editorial. A realidade brasileira, com seus níveis de miséria e pobreza, justifica a tese de que é prioritário buscar crescimento sustentável ano a ano em porcentuais acima da taxa do aumento populacional. Entenda nossa visão sobre essa meta no editorial: Investir e exportar para crescer.

É importante entender que não se trata de abandonar a produção de matérias-primas agrícolas, mas sim de transformá-las e vendê-las para o mundo, em vez de exportá-las in natura. Um exemplo atual que ilustra bem a questão é o fato de a Alemanha ter se tornado exportador de café sem produzir um pé de café. Portanto, se o Brasil deseja sair de seu estado de atraso, é necessário que as lideranças políticas, os empresários e as entidades empresariais trabalhem para o crescimento do binômio investir e exportar.

Para inspirar

Vídeo. Você já parou para pensar se seu parceiro ou parceria se sente a vontade com certas atitudes em público? A repórter Lorena Lafraia, da Equipe Sempre Família da Gazeta do Povo, preparou um vídeo com 4 coisas que você não deve fazer ao seu parceiro em público.

Tenha um ótimo dia!

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • J

    Jauro

    ± 0 minutos

    Eeeh?? Garantista "rima" com socialista e comunista? Vê lá Bolsonaro, às vezes você era feliz com o "véio melinho" e não sabia!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]