Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 |
| Foto:

Bom dia! 

 

Estamos a um ano das eleições de 2018 e os brasileiros já sabem o que querem dos próximos governantes: saúde, combate à corrupção, segurança, educação e emprego. Estes cinco pontos, pela ordem, foram os mais citados em pesquisa encomendada pela Gazeta do Povo à Paraná Pesquisas. 

 

Lúcio Vaz foi a campo dar vida e rosto aos números. Percorreu Minas Gerais, estado que tem regiões que reproduzem as características mais marcantes de todos os pedaços do Brasil: da pujança do agronegócio do Sul e Centro-Oeste brasileiro e do Triângulo Mineiro aos sertanejos do semiárido do Norte mineiro e do Nordeste brasileiro. 

 

O vídeo abaixo tem uma pequena amostra do que os brasileiros esperam de quem elegerão em 2018: 

Mudou quase nada 

A solução dos cinco grandes problemas fica um pouco mais distante perante o resultado final da reforma política. Fernando Martins destrincha o pacote final após meses de discussão: grandes partidos, parlamentares em busca da reeleição e candidatos milionários são os maiores beneficiados

 

Como um "brinde", o Senado ainda aprovou a suspensão sem decisão judicial de comentários na interna que propaguem "discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato”. Se sua reação é dizer "mas isso é censura!", digo a você: sim, isso é censura". 

 

O Supremo, por sua vez, pediu mais tempo para analisar outra questão com impacto profundo nas eleições: a possibilidade de candidatura desvinculada de partidos políticos. O relator do processo, Luís Roberto Barroso, disse que é necessário mais tempo. A decisão que for tomada terá repercussão geral - válida para todos os tribunais. Mas talvez não seja tomada a tempo de valer para 2018. 

Armas na mira 

O porte de armas será um tema inevitável nas eleições de 2018. Há três projetos em tramitação sobre o tema no Congresso: um pelo fim do Estatuto do Desarmamento, outro que libera a venda de armas para proprietários rurais e um plebiscito sobre o Estatuto paralelo às eleições. 

 

O debate reaqueceu globalmente essa semana com o massacre de Las Vegas. Temos dois excelentes artigos sobre o tema. 

 

A estatística e jornalística Leah Libresco conta como se aprofundar nos dados sobre mortes provocadas por armas de fogo a fez revez sua posição pró-desarmamento

 

O escritor e radialista Richard Glover, australiano, conta como seu país driblou o lobby da indústria das armas para implementar o controle de armas

*** 

Enquanto isso, o Brasil assistiu chocado a um crime bárbaro, que nada teve a ver com porte de armas. Um incêndio proposital em uma creche do interior de Minas Gerais matou quatro crianças. O porteiro é o principal suspeito. 

Digitais lulopetistas 

O Postalis, fundo de pensão dos Correios, teve intervenção decretada esta semana. No editorial da Gazeta do Povo, mostramos que, assim, será possível o Brasil ter uma noção um pouco maior de como o aparelhamento petista se enraizou e apodreceu estruturas públicas

O Postalis comprou títulos da dívida de Argentina e Venezuela; ações de empresas do Grupo X, de Eike Batista; debêntures de um grupo educacional que faliu em 2016; e títulos de bancos liquidados. Esse portfólio, acumulado especialmente durante os anos em que o PT esteve no poder, parecia especialmente desenhado para privilegiar os companheiros ideológicos e de negócios. 

Sob a lupa da Raquel 

Edson Fachin autorizou e Raquel Dodge irá investigar se o seu antecessor na PGR, Rodrigo Janot, violou a confidencialidade do acordo de delação com a JBS. O pedido partiu da defesa de Joesley Batista. 

Pacote contra o apagão 

O governo federal elaborou um plano para evitar que o país sofra um apagão de energia elétrica. A bandeira vermelha, que eleva o preço da conta, será mantida por um período prolongado para frear a pressão do consumo, fruto da recuperação econômica. 

 

Outra medida será Itaipu reduzir o nível do seu reservatório e repassar a energia excedente para os reservatórios do Sudeste, prejudicados pela falta da chuva. Esta parte do plano ainda depende de acordo com o governo do Paraguai, informa Flávia Pierry. 

Sulismo 

Amanhã acontece o plebiscito não oficial pela independência do Sul do país. Fernanda Trisotto lista cinco motivos para separar a região - e por que os cinco são ruins

Bombeiro 

O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, foi escalado para produzir um vídeo em que explica que a revisão da alíquota do ICMS para pequenas empresas colocará o Paraná na mesma faixa do restante do Brasil, mas não representará aumento de imposto. O anúncio do plano revoltou o setor empresarial, que cobrou fortemente Beto Richa. Nem a base aliada na Assembleia se sentiu confortável para defender o projeto. 

Medalha de ouro 

Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, foi preso sob suspeita de compra de votos para eleger o Rio sede da Olimpíada de 2016. 

 

A investigação apontou que o patrimônio de Nuzman aumentou 457% em uma década. Entre os bens do cartola estavam 16 barras de ouro devidamente guardadas em um cofre na Suíça. 

Rússia-2018 

Aumentou para dez o número de classificados para a Copa-2018. Alemanha, Inglaterra e Bélgica; Irã, Japão, Coreia do Sul e Arábia Saudita; e México asseguraram a vaga na rodada deste meio de semana. Somam-se a Rússia e Brasil. 

 

Na América do Sul há seis seleções brigando por três vagas diretas e uma na repescagem. A Argentina empatou por 0 a 0 com o Peru, na Bombonera, e hoje estaria fora da Copa. A última rodada será na terça-feira. 

Fuja da fake news 

Combater notícias falsas não tem nada a ver com censura, mas sim com educação. Os jovens são os mais expostos e menos preparados a diferenciar uma informação inventada de uma real. Explicamos como isso pode ser trabalhado em sala de aula. 

 

Outra lição da vida real para os pequenos é sobre dinheiro. Aqui estão sete dicas de como apresentar o mundo das finanças às crianças

Onde vamos comer hoje 

Hoje começa a 6ª edição do Festival Bom Gourmet. São 114 menus dos 54 melhores restaurantes de Curitiba, no almoço e no jantar, a preços únicos de R$ 44 e R$ 54. 

 

Você pode conhecer os restaurantes participantes e cardápios pelo aplicativo do festival. Por ali também dá para registrar as notas ficais e revertê-las em pontos. A cada 300 pontos você tem direito a um serviço nos salões Torriton Beauty & Hair. Assinantes da Gazeta do Povo já largam com 50 pontos da lambuja. 

 

Então, vamos aproveitar! Quando for, me chama. 

Leia o Nobel 

Se você é daqueles que gosta de dedicar parte do fim de semana à leitura, uma boa pedida é conhecer a obra de Kazuo Ishiguro, escritor japonês que ganhou ontem o Nobel de Literatura. Ele já tem seis livros traduzidos para o português, além de algumas adaptações ao cinema. 

 

E o Nobel da Paz saiu agorinha. Foi para o grupo de trabalho responsável pela Campanha Internacional de Abolição de Armas Nucleares. Ação necessária em tempos de Rocket Man à solta. 

 

Ótima sexta, grande fim de semana e até segunda!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]