Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
| Foto: (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Acompanhe, com Felippe Hermes, os desacertos dos ex-ministros da Fazenda que serviram de lição para que Henrique Meirelles delineasse sua estratégia para tirar a economia do atoleiro, e entenda a opção pelo congelamento dos gastos.

Gastos públicos beneficiam mesmo a população?

O aumento dos gastos públicos onera justamente quem mais deveria beneficiar. Juan Ramón Rallo e Leandro Roque mostram que são sempre os amigos do rei que se beneficiam da iniciativa pública de atendimento às necessidades do povo.

Equilíbrio fiscal

Hélio Gurovitz, ainda que critique certos aspectos da PEC do Teto, ressalta a importância de colocar as contas do Estado em dia, pelo motivo óbvio de que dinheiro público não cresce em árvore, minha gente! É hora de apertar o cinto.

Totalitários

Toda mãe superprotetora acha que só está cuidando bem de suas crias e não percebe o mal que está lhes causando. O Estado que interfere em tudo na vida do cidadão não precisa fazê-lo por maldade. Totalitários não foram somente os governos de Stálin e Hitler – que, não obstante as crueldades que praticaram, também achavam que estavam fazendo-o em nome de um bem maior –; também o são os Estados-babá. Vejamos a reflexão de Luiz Felipe Pondé.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]