i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Editorial

Em busca de uma teoria do desenvolvimento

    • Gazeta do Povo
    • 03/01/2021 13:00
    Dragas no Porto de Paranaguá em ação simultânea. Imagem ilustrativa.
    Dragas no Porto de Paranaguá em ação simultânea. Imagem ilustrativa.| Foto: Gilson Abreu/Arquivo/Gazeta do Povo

    Até o período do Renascimento, entre 1350 e 1600 aproximadamente, praticamente todas as nações eram pobres, se considerado apenas o padrão médio de bem-estar social de suas populações e a estrutura de seus sistemas produtivos. Até essa época, havia discrepâncias no produto por pessoa entre os países, mas não eram grandes, principalmente se fossem excluídos da comparação os países que estivessem entre os 10% mais pobres e os que compunham os 10% mais ricos. Entretanto, mesmo entre os mais pobres e os mais ricos, antes do ano 1350, ainda que houvesse alguma diferença de padrão de vida médio, a desigualdade não era tão expressiva. As nações mais fortes eram aquelas que dispunham de melhor estrutura política, exércitos maiores e mais bem treinados e hábitos culturais comparativamente mais condizentes com o progresso material.

    Durante o período do Renascimento, em função da evolução tecnológica e do progresso científico, os países começaram a se diferenciar e começou a ficar clara a distinção entre os que avançaram na produção de conhecimento científico, invenções de instrumentos para a produção e incorporação tecnológica, de um lado, e aqueles que não conseguiram seguir nessa direção e absorver a mesma capacidade produtiva, de outro. Assim, a diferença de padrão médio de bem-estar social começou a se fazer presente, mas foi sobretudo após o início do século 17 que a Revolução Industrial foi se construindo e se consolidou nos 100 anos seguintes, levando em torno de duas dezenas de países a alcançar um novo padrão de produção e dar forma ao sistema capitalista.

    O conceito de subdesenvolvimento começou a se manifestar quando o mundo apresentou um conjunto de nações com padrão de vida superior ao padrão dos séculos passados e um sistema produtivo com maior produtividade/hora do trabalho, enquanto a maioria das nações permaneciam atrasadas e sem conseguir absorver aquele novo padrão de produção mais técnico e mais desenvolvido, cuja consequência era não obter o mesmo padrão de consumo. O conceito de subdesenvolvimento é um enunciado que retrata a distância entre o padrão de consumo melhor que algumas nações conseguiram e o padrão das demais, portanto, é a distância entre os dois padrões que caracteriza a nação desenvolvida e a subdesenvolvida

    O Renascimento proporcionou mudanças amplas em vários segmentos da vida social e nas décadas seguintes e o mundo presenciou transformações profundas na política, economia, religião, cultura, artes e ciência, principalmente na Europa. Nos países em que essas transformações ocorreram, o desenvolvimento do capitalismo se acelerou e revelou todo seu potencial de progresso material e de elevação do padrão de vida. Nos últimos 300 anos, as revoluções tecnológicas e as conformações geográficas dos países foram elevadas e rápidas, assim é que o mundo está hoje com 193 países (conforme cadastro da Organização das Nações Unidos – ONU), dos quais 20% deles podem ser considerados desenvolvidos enquanto no outro extremo há pelo menos 60 países entre miseráveis e pobres.

    Desde que o mundo conheceu o conceito de subdesenvolvimento e diante da referência a partir dos países desenvolvidos, os estudiosos da vida econômica, social e política tentam descobrir uma teoria do desenvolvimento que dê conta de explicar as razões do crescimento econômico e do desenvolvimento social. A dificuldade em formular uma teoria completa e estruturalmente válida decorre da multiplicidade de fatores causais que fazem algumas nações se desenvolverem e outras não. Ainda que seja possível enunciar várias características presentes nas nações desenvolvidas e concluir que elas são necessárias para promover rápido crescimento da produção nacional e melhoria do padrão de bem-estar, a rigor não se conhece a contribuição específica de cada fator e em que medida sua presença se torna indutor ou inibidor do crescimento.

    Apesar dessas dificuldades, está constatado que nos países desenvolvidos prevalecem condicionantes nacionais que funcionam com substancial maior qualidade que nos países atrasados, tais como: Estado de direito, liberdade econômica, leis claras e estáveis, simplificadas relações entre capital e trabalho, estabilidade da moeda, bom funcionamento dos serviços públicos, máquina estatal com baixos índices de corrupção e mais eficiente que o resto do mundo, tributação simples e moderada, bom corpo de leis processuais, e justiça rápida e eficaz. Sendo assim, é de concluir que a melhoria dessas características nacionais levaria ao crescimento e à superação da pobreza e da miséria. Mas, a pergunta que fica é se mesmo um país rico em recursos naturais, como o Brasil, não se desenvolve pela falta desses fatores causais do progresso ou porque esses fatores não existem em função do baixo nível educacional, cultural e comportamental da sociedade civil, do governo e dos políticos.

    Em resumo, como no exemplo da educação, fica a dúvida sobre o círculo vicioso: o país não se desenvolve por causa do baixo nível educacional ou não consegue elevado nível educacional porque não é desenvolvido. A julgar pela história, é o esforço profundo e constante de melhorar a educação, a cultura e os hábitos nacionais, ainda que lentamente e quando a nação é pobre, a condição essencial para o progresso material e o desenvolvimento social.

    13 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 13 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • P

      PAULO CESAR STARKE JUNIOR

      ± 6 horas

      Bom resumo! Gostei. Creio que para o Brasil, o problema da educação e da cultura passa também pelo nossa falta de vontade de crescermos como nação, pelo menos nas gerações atuais. O excesso de direitos criou pessoas sem responsabilidade com o povo, a nação. Eu diria que temos território, temos soberania, mas não temos mesmo um povo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • M

        marco Aurelio Bittencourt

        ± 7 horas

        Lamentável a indagação do editorial; retrata exatamente o pensamento de uma elite castradora. "pergunta que fica é se mesmo um país rico em recursos naturais, como o Brasil, não se desenvolve pela falta desses fatores causais do progresso ou porque esses fatores não existem em função do baixo nível educacional, cultural e comportamental da sociedade civil, do governo e dos políticos." O critico está no "baixo nível cultural" a sugerir que precisamos de uma elite intelectual. Essa elite que ocupa o serviço publico de forma pilhadora. O ponto é o empoderamento da patuleia que começaria a nível municipal. Perdemos essa oportunidade no ano passado. Até 2024.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • S

          Serginho

          ± 8 horas

          Se educação do povo fosse solução pra algo, Argentina deveria ser uma potência.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • M

            Marcelo

            ± 9 horas

            Na minha opinião o desenvolvimento nacional acontece quanto há uma revolução mental do povo da nação. É o povo que muda a nação, o governo, a educação.... E traz o desenvolvimento ("we the people"). Na época do Renascimento, está mudança de mentalidade veio através da Reforma Protestante. A grande maioria dos países desenvolvidos tem mentalidade reformada, os subdesenvolvidos e pobres não tem. A Reforma trouxe a ética do trabalho, a educação universal, o auto-governo (comportamento justo), limitação do poder do governo civil... e por aí vai.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            1 Respostas
            • S

              Silvia

              ± 7 horas

              Infelizmente alguns povos ubdesenvolvido parecem que gostam de permanecer na inércia do pensamento,preferem que outros "mais espertos"pensem por eles,tem preguiça de ler,de estudar,de debater é isso em variadas classes sociais.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

          • R

            Roberto De Oliveira

            ± 10 horas

            Sem um sistema judiciário independente que faça cumprir as leis nada funciona. É só analisar como foi construído o arcabouço jurídico das grandes nações e entenderemos que o princípio para este crescimento passa pelo respeito às normas jurídicas.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • M

              Momento Fletor

              ± 13 horas

              Indiscutivelmente falta a nós, brasileiros, Educação. De casa e a formal das escolas. Castas privilegiadas que elegem seus políticos preferidos, em sua maioria corruptos, contribuem para a manutenção da baixa Educação e do subdesenvolvimento.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • E

                Eden Lopes Feldman

                03/01/2021 20:07:44

                Uma parte do problema brasileiro: o socialismo que dominou nosso país nos últimos 40 anos. com uma constituição que traz muitos direitos e poucos deveres. Nos anos 70 tivemos um grande avanço nas obras de infraestrutura no Brasil. Nos anos seguintes apenas o sucateamento. Agora o Brasil, embora toda a crise, retornou ao canteiro de obras. Que nas ultimas décadas foi o recanto da corrupção. Dos governos socialistas.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                5 Respostas
                • I

                  IvoHM

                  ± 8 horas

                  Bingo Two : Só mesmo covardemente escondido atrás de um pseudônimo pra escrever tanta asneira.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                • R

                  Rui Gomes de Melo

                  ± 16 horas

                  Excelente artigo de opinião. Deixa claro que somos atraídos pela máquina estatal inoperante. Políticos corruptos e intelectualidade esquerdopata nao criam riqueza alguma. O mal do regime militar foi ter concentrado o crescimento do país na mão do Estado sem abertura econômica. A educação sempre foi deixada de lado, onde construir universidades públicas em excesso foi um ganho para a esquerda.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                • L

                  LSB

                  03/01/2021 21:05:29

                  Bingo two novamente projetando nos outros o que ele é... Acorda, Alice, os problemas do ser humano são os problemas do ser humano desde SEMPRE! Atribuir à “direita” foi o q seu professor de história fez para te manipular!!! A diferença é q alguns adotam a visão trágica do homem e, portanto, conseguem construir sistemas q funcionam relativamente bem; enquanto utopistas (socialistas inclusos) se apaixonam por utopias q dão ensejo ao pior do ser humano (pois os utopistas não acreditam no “pior do ser humano”).

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                • M

                  Maquiavel

                  03/01/2021 20:40:47

                  Bingo Two: E esquerdista o que é? É a criatura mais asquerosa e desprezível que pode existir, gente inútil, que só serve para gastar o oxigênio disponível o respirando sem nada acrescentar a humanidade, senão destruição e mortes!!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                • B

                  Bingo Two

                  03/01/2021 20:30:05

                  Caia na real. Durante os anos de PT a direita auto proclamada imune aos malfeitos, mamou no Estado brasileiro. Agora possam de solucionadores de problemas, locupletando-se mais ainda na conta do povao trabalhador. Povao trabalhador, que tem vergonha de ser chamado como tal. A direita é podre em qualquer lugar do mundo; são maldosos, mentiríeis, empurram responsabilidades para os outros e não tomam as rédeas da responsabilidade. Negacionista natos quando é conveniente.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

              Fim dos comentários.