i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coluna do leitor

Bolsa Família

  • Porleitor@gazetadopovo.com.br
  • 11/07/2010 21:02

Acho que o programa Bolsa Família está cheio de falhas. Assim como tem muita gente que merece recebê-lo, e que precisa, sei também que tem muita gente que recebe sem ter necessidade. Acho que não se deve ampliá-lo, nem destruí-lo, é preciso sim modernizá-lo, melhorá-lo e ai sim ampliá-lo. Promessas de governo não são nada, pois essas promessas não são mais do que as obrigações que nossos queridos presidentes têm com o povo.

Victor Oliver

Programas vagos

Sinto falta na apresentação dos planos do governo de um debate sobre itens específicos entre pessoas ligadas ao governo e oposição, mediado por pessoas qualificadas. A ausência de temas polêmicos também deveria ser colocada em debate. O horário político na televisão poderia ser parcialmente usado para isso. Seu uso atual é uma afronta à população que busca informações.

Em outras palavras, é uma enganação.

Herbert Richert, engenheiro mecânico

Eleições

Ao iniciar a campanha, José Serra adota postura que não é digna de candidato a presidente, uma vez que menospreza as vontades e ideais que a candidata Dilma tem para desejar o cargo. Ofensas não contribuem em nada com o processo de escolha que será feito pelos eleitores, pelo contrário, servem somente para confundir o eleitor, que, sem influências, deve analisar as qualidades dos candidatos e o melhor plano de gestão. Certo é que precisamos da política, mas não da politicagem!

Napoleão Luiz Peluso Júnior

Herdeiros políticos

Os herdeiros políticos podem candidatar-se, cabe ao povo a decisão de elegê-los ou não. Política deve ser ideal e não profissão. Está na hora de acabar com este loteamento do estado entre famílias.

Antônio Calos Wanderley

Exoneração de aliados 1

É com profunda indignação que recebi a notícia da exoneração de Samuel Gomes da presidência da Ferrosul, não que contasse com sua permanência a partir de janeiro, mas será que nossos políticos nunca serão capazes de pensar no amanhã do Brasil, do estado e de nossas empresas estatais? Não se substitui um presidente por apenas seis meses, salvo casos de desonestidade comprovada ou de interesses obscuros. O que o novo presidente fará em seis meses?

Celso Domingos Navarro, administrador de empresas

Exoneração de aliados 2

Não tem como administrar com o peso do autoritarismo rondando ou vigiando seus passos. Toda administração deve ter sua própria equipe. A exoneração de aliados de Requião de cargos no governo do estado mostra que Pessuti não é garoto de recado, e sim um governador sério com ideias próprias.

Marcos Cley

Erro médico 1

Temos obrigação de deixar claro que os médicos não são deuses e, por isso, são passíveis de erros. Infelizmente! Erros acontecem na medicina, nos julgamentos, na engenharia e nas mais variadas profissões. Todos devemos ter consciência de que a medicina evoluiu de forma exponencial, e muitas doenças antes não diagnosticadas hoje são. Em contrapartida, tem-se a cada dia pacientes mais ávidos por curas, e isso nem sempre é possível. Imaginam que a cura deve ser conquistada em todos os casos, sem imaginar que às vezes, quando o médico tem acesso ao paciente, este já se encontra em estado tão crítico que nada mais é possível fazer.

Rodrigo Ferreira Garcia

Erro médico 2

Uma grande dificuldade após o erro médico é entrar na Justiça pedindo ressarcimento pelos danos. Estou com uma ação na Justiça há quase 20 anos por erro médico na hora do parto do meu filho, realizado na cidade de Morretes. Me sinto impotente, mas ainda confiante na Justiça.

Rogério Luís Tonetti

Código Florestal 1

O texto do projeto do novo Código Florestal reflete a necessidade de termos uma lei atualizada que contemple a produção e a sustentabilidade da fauna e da flora. Da forma como estava servia mais aos interesses econômicos de outras nações para embargos de nossa produção. Os defensores do meio ambiente não percebem essa manobra e são os arautos das supostas catástrofes, que na maioria das vezes não são ver­­dadeiras. Da forma como estava era pior, pois empurra­­va o produtor para a ilegali­­dade. São mudanças boas.

Andrei Gomes de Almeida

Código Florestal 2

Infelizmente, nossos legisladores estão fazendo leis para acabar com a Amazônia, a Mata Atlântica e o Cerrado brasileiro.

Edison Bueno

Gastos com energia

Aumento de 15% na energia elétrica? Começamos a pagar o estádio da copa com nosso próprio dinheiro (Gazeta, 8/7).

Rafael Ghisi Lomba

Violência

É impressionante como as autoridades se escondem atrás da burocracia para justificar a sua ineficiência. Se a criação de delegacias especializadas fosse a solução, nós não teríamos aumento do número de roubos, de tráfico e de uso de drogas. O que falta é vergonha na cara. Polícia ineficiente, ausente e corrupta não resolve. O que falta é vontade de resolver o problema.

Hugo José Sellmer

Alienação parental

Excelente notícia sobre a aprovação pelo Senado do projeto de lei referente à Síndrome da Alienação Parental (Gazeta, 8/7).

A utilização dos filhos como meio de vingança, muitas vezes implantando na criança o ódio que nutre pelo ex-cônjuge, é de uma maldade sem precedentes.

O mal é irreparável, e a criança leva isso para toda a sua vida. Inúmeros pais ou mães, alijados da convivência com seus filhos, agradecem aos legisladores.

Paulo Sérgio de Oliveira Busato, advogado

Trilha pedagiada

Sou completamente a favor da cobrança da taxa pelo dono da fazenda por onde montanhistas têm de passar para chegar ao Pico do Paraná (Gazeta, 8/7). Antes de jogar a trilha, que é exemplarmente limpa e segura, nas mãos de qualquer um verifiquem como é a condição das trilhas do Monte Crista onde não é cobrada nenhuma taxa. Encontra-se de tudo neste morro: colchões, garrafões de vinho quebrados, garrafas plásticas aos montes etc. Não estamos em condição de desperdiçar natureza. Se temos qualidade e segurança, por que não pagar?

Régis Leonardo Gomes Cruz

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.