i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coluna do leitor – 28 e 29/5/2016

Estupro

  • Porleitor@gazetadopovo.com.br
  • 28/05/2016 00:01

O estupro coletivo sofrido por uma menor de dezesseis anos faz parte da escalada da impunidade, que agravou-se depois que o PT tomou o poder. Lula afirmou que a sociedade era a culpada pela criminalidade, por causa da “desigualdade social”. Só que, em treze anos, em vez de diminuir essa desigualdade, dando educação de qualidade, a bandidagem recebeu o aval de um presidente que “entendia as massas” e toda a sociedade de bem ficou refém. A jovem teve sorte de não ter sido assassinada. Mais de 45 mil mulheres são violentadas por ano, no Brasil, sendo que apenas um terço delas tem coragem de fazer a denúncia. O aumento da violência é a pior das heranças do PT.

Beatriz Campos

PT 1

O PT gerou mais empregos formais durante seu governo do que os predecessores. O desemprego voltou a ser um problema no último trimestre de 2014, e não é o “arrocho” do Temer que vai mudar essa situação. E não dá pra levar a sério quando os “cidadãos de bem” vêm falar em corrupção e aceitam passivamente os escândalos do governo de “salvação nacional”, que foi levado ao poder graças a mobilizações midiáticas, financiadas por movimentos “apartidários” como o MBL.

Clesius Aquino Filho

PT 2

O artigo de André Machado (Gazeta, 25/5) peca por premissas erradas. Quem é contra o PT não é necessariamente à favor da ditadura militar. Aliás, a maioria absoluta não é. Esse argumento tenta atribuir ao PT o mérito de ter derrotado a ditadura. Na época do regime militar, a esquerda queria mesmo era implantar outra ditadura, similar à ditadura cubana. Se o PT fosse realmente contra as ditaduras, deveria ter denunciado a ditadura de Cuba, da Coreia do Norte, da Venezuela. Não o fizeram. Apenas aproveitaram o poder para roubar.

Carlos Ademar Purim

Cuba

Cuba vive há muitos anos essa tão desejada igualdade, que os esquerdistas julgam necessária ao nosso país. Realmente deu certo lá, não existem pobres e ricos, só pobres (exceto os membros do governo)!

Robson Rigonati

Corrupção

Precisamos ir além dos políticos, e chegar nos grandes chefões que armam esses esquemas de corrupção, e que não dão as caras. Esses, sim, são os responsáveis por toda maracutaia! É o como num jogo de xadrez: você vê as pecinhas para lá e para cá, mas quem tem a inteligência e poder de dar as jogadas é o jogador.

Lucas Amaral Rego

Prisão

Não faz o menor sentido protelar a punição de réu condenado. Argumentar em contrário, criticando Sergio Moro, só contribui com a proliferação da impunidade, coisa que é abundante, infelizmente, em nosso país.

Jonsimar Tadeu Catapan

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.