i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coluna do leitor

Metrô curitibano 1

  • Porleitor@gazetadopovo.com.br
  • 27/06/2013 21:03

Por que você protesta?

Reforma política já

"Somente vê vantagem em fazer constituinte para reforma política quem não conhece a Constituição. É como queimar a casa para assar um frango."

Jair Estevão

Mais saúde

"Dilma não pode resumir a solução dos desafios da saúde brasileira somente a trazer médicos estrangeiros. Regulamentação da Emenda 29 já!"

Marco Antonio Chico Preto

Mais educação

"É aí que tudo começa: um povo bem educado, estruturado e consciente de seu lugar na sociedade."

Valdenis Chuico

Copa no Brasil

"Se cada brasileiro se conscientizar de que os gastos astronômicos deveriam ter sido investidos em educação, saúde e segurança, ficará em casa e não irá aos estádios."

Cleide Tentoni

Transporte público

"O que deve baixar são os impostos para que cada cidadão receba seu salário integral e aí escolha o que quer fazer com seu dinheiro, pois, se quisermos que o governo forneça tudo de graça, ele até poderá fazê-lo, mas com o nível do SUS."

Jean Baena

Corrupção

"O que sustenta a corrupção no Brasil são as licitações e as parcerias público-privadas. A corrupção não está apenas nos políticos."

João Batista Passos

Fim da violência

"Quebra-quebra, baderna e arruaça são armas semelhantes às dos nossos algozes; portanto, quando as usamos nos tornamos iguais a eles. Simples assim."

Antonio Valeriano

Deixe sua mensagem sobre os problemas que estão levando os brasileiros às ruas na página especial da Gazeta.

Perdemos mais de seis meses para a implantação do metrô por causa desse jogo de vaidades. Se tivessem começado as obras na data prevista, o valor seria bem menor. Isso mostra como o "ciúme" político interfere nas contas públicas. E pensar que o povo não vê esses disparates, que não deveriam existir no Brasil, mas existem e têm uma força descomunal, irreal para os padrões brasileiros.

Dionisio Francisco Grabowski

Metrô curitibano 2

O valor do metrô ainda vai subir muito mais. Mais barato e mais rápido é o metrô de superfície e elevado. Hoje, com os recursos de geoprocessamento e o uso de pré-moldados na construção civil, somados a uma boa empresa nacional honesta e tecnicamente qualificada, não temos nada a dever em relação às empresas internacionais.

Luiz Fernando dos Santos

Sogra fantasma 1

Sobre a nomeação de Ezequias Moreira para secretário de Estado (Gazeta, 26/6), nosso governador escolheu para o primeiro escalão um réu confesso de um crime que está em via de se tornar hediondo. Será que os protestos pela moralidade pública já arrefeceram e voltamos à costumeira acomodação?

Antonio Veiga, advogado

Sogra fantasma 2

Temos razão de nos sentir indignados com a nomeação de Ezequias. Essa nomeação de alguém com passado suspeito é um verdadeiro ato de vandalismo do nosso governador, ignorando completamente o clamor das ruas e mostrando que ele se sente inatingível. Espero que as urnas respondam a ele de forma apropriada.

Izabel do Carmo da Rosa

Tribunal de Contas

O TC não é só um abrigo para os apaniguados do governador de plantão. Ele deve servir também para acomodar o imenso contingente de "militantes" que ajudam na campanha e depois precisam ser colocados em alguma função pública. Seria interessante fazer um levantamento dos funcionários lá lotados e sua respectiva formação profissional. Acho que teríamos surpresas surreais.

Sioney da Silva

Judiciário

O protecionismo exacerbado com que os juízes nas varas do Judiciário Trabalhista vêm atuando – com o trabalhador sendo beneficiado com decisões absurdas – cria uma fábrica de reclamações trabalhistas em prol de profissionais que só querem tirar vantagem, abrindo caminho para a falência de muitas empresas. Está na hora de as empresas também protestarem.

Paulo Cezar, empresário, São José dos Pinhais – PR

Tarifa zero

O brasileiro é contraditório, prega a democracia, mas tem ideias socialistas. Fala-se muito em tarifa zero ou passe livre (Gazeta, 27/6), mas não se fala quem será beneficiado e quem irá financiar. Será que estão propondo que toda a população pague o custo do transporte coletivo de todos os estudantes?

Hélio Takefumi Mori, engenheiro civil

Médicos estrangeiros

A entrevista do ministro da Saúde (Gazeta, 26/6) no sentido de trazer médicos do exterior para trabalhar no Brasil é uma "gracinha", como dizia nossa querida Hebe Camargo. Será que esses médicos forasteiros vão receber os mesmos R$ 5 ou R$ 6 por uma consulta, valor pago pelo INSS aos médicos brasileiros? Se for essa a proposta, já teremos ideia do tipo de profissional que virá para cá.

Harry Françóia

Vandalismo 1

Na Avenida Cândido de Abreu manifestantes bem intencionados reclamaram por melhorias na educação, na segurança e no trato com a coisa pública. No mesmo ato, vândalos desprovidos de educação personificaram o que a falta de virtudes causa à pessoa humana. Quando não mais existirem causas para protestos, certamente não mais existirão vândalos.

Jair B. dos Anjos Silva

Vandalismo 2

Não se pode deixar o vandalismo ter voz quando os cidadãos estão exercendo o seu direito de reivindicar seus direitos. Há muitas pessoas que não têm conhecimento político e nem educação e que participam das manifestações apenas para depredar e arruinar mais a situação.

Maria Stephan

Pacto 1

As medidas de urgência propostas pela presidente Dilma jamais surtirão efeito enquanto não for feita uma reforma política. Enquanto nossos políticos tiverem imunidade parlamentar e houver voto secreto, entre outras aberrações, a população sempre irá para as ruas contra os desmandos da classe política.

Cristóvão Lemos

Pacto 2

Gostaria de registrar minha indignação com o fato de o governador do Paraná ter participado da reunião em Brasília contrariando a sua vontade. Será que ele não percebeu que os protestos e o clamor popular estão muito acima dos interesses partidários? Em um momento histórico para nosso país, o nosso governador declara que esteve contra a sua vontade numa reunião na qual poderia ao menos contribuir com sugestões. Será é esse tipo de político que merecemos?

Renato Lopes

Governo federal

Concordo em número, gênero e grau com o lúcido e oportuno artigo "O faz de conta de Dilma" (Gazeta, 25/6). São impressões dessa natureza que ajudam a fazer o Brasil mudar. Parabéns!

José Maria de Alencastro Pelles, Goiânia – GO

Sínteses

A Gazeta do Povo publicou artigos distintos sobre o momento reivindicatório pelo qual passa o país (Gazeta, 25/6). O professor Lafaiete Neves, didático e com visão histórica, analisou de forma democrática as razões que levam o povo a postular mudanças na vida política, social e econômica do Brasil. O escritor Domingos Pellegrini produziu um texto a-histórico que nada acrescentou.

Nelson Sabbagh, delegado

Obituário

Sou leitor diário da coluna Obituário. Apesar de fluminense de nascimento, sou curitibano de coração, e considero essa coluna um sinal de respeito aos que nessa terra se dedicaram, plantaram sementes para que hoje eu, vindo de outras terras, possa aqui semear as minhas.

Alexandre Souza

Santas Casas

É extremamente irritante saber que a presidente Dilma vetou o dispositivo que facultaria a ajuda do governo ao pagamento das dívidas das Santas Casas, ainda mais quando recentemente ela perdoou vultosas dívidas que dois países africanos tinham para com o Brasil. Tais atitudes paradoxais levam-me a supor que, no dia em que a seleção de futebol do Brasil jogar com a Nigéria, o PT torcerá para o país africano.

João Rubens Jacyszen

Copa do Mundo

A Fifa deveria elaborar pré-requisitos para os países poderem participar da seleção para sedes da Copa do Mundo. Por exemplo, só poderiam participar países que já tivessem problemas básicos, tais como saúde, educação, saneamento básico e transporte público, resolvidos. Dessa maneira, os investimentos em estádios novos não seriam mais problema.

Rafael Delibo

Pichação

Muito boa a iniciativa dos órgãos públicos, com o apoio da Gazeta do Povo, de mobilizar a população para acabar com a pichação em Curitiba. A nossa cidade está tomada por esse "câncer" que tanto traz prejuízo ao patrimônio público e privado. Já havia passado da hora de uma ação. Espero que essa iniciativa não perca força e atinja toda a cidade. Vamos eliminar esse mal.

Marco Rodrigo Meretika

* * * * *

As mensagens devem ser enviadas à Redação com identificação do autor, endereço e telefone. Em razão de espaço ou compreensão, os textos podem ser resumidos ou editados. O jornal se reserva, ainda, o direito de publicar ou não as colaborações.Rua Pedro Ivo, 459 - Centro - Curitiba, PR - CEP 80010-020 - Tel.: (41) 3321-5999 - Fax: (41) 3321-5472.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.