Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vacinação de grávidas será retomado com restrição de marca no Paraná.
Vacinação de grávidas será retomado com restrição de marca no Paraná.| Foto: Ari Dias/AEN

Em nota técnica publicada nesta sexta-feira (11), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) decidiu voltar a incluir todas as gestantes e puérperas até 45 dias após o parto, com a presença ou não de comorbidades, na vacinação contra a Covid-19. A condição é que sejam utilizadas vacinas que não contenham vetor viral, ou seja, Coronavac e Pfizer. Essa população é considerada grupo de risco para a doença. A imunização ou não deve respeitar a decisão e autonomia da mulher.

Cadastre-se e receba notícias do Paraná pelo WhatsApp

Na nota técnica, a Sesa citou que recentemente a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Programa Nacional de Imunizações (PNI) orientaram a interrupção temporária do uso da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 (com vetor viral) em gestantes e puérperas, devido a eventos adversos no país. A vacinação para gestantes e puérperas com comorbidades continuou com doses da Coronavac e da Pfizer, e foi suspensa temporariamente a vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades.

A pasta alegou, entretanto, que em 2020 ocorreram 80 óbitos maternos totais no Paraná, sendo que 17 desses foram por Covid-19, enquanto neste ano, até a primeira semana de junho, foram 79 óbitos maternos, 53 pela doença – número mais de três vezes maior.

A Sesa considerou ainda posicionamentos favoráveis pela inclusão da Associação Brasileira de Obstetrizes e de Enfermeiros Obstetras do Paraná, Rede Feminista de Saúde do Paraná, Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher da Defensoria Pública do Estado do Paraná, Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Estado do Paraná e Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia.

Também nesta sexta-feira, a prefeitura de Curitiba anunciou que vai retomar a imunização contra a Covid-19 de gestantes e puérperas com doses dos imunizantes Pfizer ou Coronavac a partir de segunda-feira (14).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]