• 04/03/2020 16:19
"Vampirão"

Conselho de Ética arquiva processo do PT contra Filipe Barros

  • 04/03/2020 16:19
  • PorGazeta do Povo
    Deputado federal Filipe Barros (PSL-PR) teve denúncia feita pelo PT arquivada no Conselho de Ética.
    Deputado federal Filipe Barros (PSL-PR) teve denúncia feita pelo PT arquivada no Conselho de Ética.| Foto: J.Batista/Câmara dos Deputados

    O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados derrubou nesta quarta-feira (4) um processo movido pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e pelo senador Humberto Costa (PT-PE) contra o deputado Filipe Barros (PSL-PR). O político paranaense era acusado de ter proferido "de forma inadmissível e ofensiva expressões que maculam a honra” do PT e do senador. O caso teve origem em um bate-boca durante uma reunião da CPI das Fake News, em 5 de novembro de 2019, na qual Filipe Barros acusou o PT de se relacionar com o PCC e insinuou que Humberto Costa, a quem se referiu como "vampirão" e "sanguessuga", estaria envolvido em esquemas de desvios de recursos da Operação Vampiro - acusação da qual o senador havia sido inocentado em 2010 pelo TRF-5. O relator do parecer no Conselho de Ética, Guilherme Derrite (PP-SP), votou pelo arquivamento da representação. Ele alegou que a fala de Barros ocorreu durante atividade parlamentar, portanto, "escudada pela imunidade material absoluta". A tese foi aprovada por 12 a 2.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.