• 10/09/2019 15:12
Assembleia

CCJ adia votação e servidores ganham prazo para tentar reverter fim da licença-prêmio

  • 10/09/2019 15:12
  • PorGazeta do Povo
    CCJ adia votação e servidores ganham prazo para tentar reverter fim da licença-prêmio
    | Foto: Orlando Kissner/Alep

    Sob aplausos de funcionários públicos, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) adiou, nesta terça-feira (10), a votação do parecer sobre o Projeto de Lei Complementar 9/2019, que elimina a licença especial de servidores públicos do Executivo estadual.

    De acordo com o presidente da comissão, deputado Delegado Francischini (PSL), o adiamento se dará para que representantes do serviço público possam discutir com o Executivo, autor do projeto, formas de negociação. “[É um tempo] Para que, no mínimo, as categorias profissionais possam exercer o seu direito de procurar o governo do estado e os deputados para que votem sim ou não”, destacou.

    O PLC pretende acabar com a licença-prêmio concedida a servidores com cinco anos consecutivos de serviço – eles têm direito a três meses de folga remunerada. A matéria não tem data para voltar para a CCJ, mas já tem o parecer favorável do relatos, deputado Tiago Amaral (PSB), vice-líder do governo na Casa.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.