Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Portos do Paraná registram alta de 13% na movimentação de contêineres em 2021.
Portos do Paraná registram alta de 13% na movimentação de contêineres em 2021.| Foto: Claudio Neves

O aumento na movimentação de contêineres foi o fato novo nos portos do Paraná em 2021. Cresceu 13% na comparação com 2020, de acordo com dados divulgados esta semana pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

Cadastre-se e receba as principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

“Os produtos transportados por contêineres são aqueles de maior valor agregado, industrializados, o que revela um aquecimento da indústria”, explica Fernando Serra, gerente de estatística e avaliação de desempenho da Antaq.

Para a exportação, os contêineres movimentaram carnes congeladas, especialmente de frango, e madeira. E na importação, continham fertilizantes, plástico, material elétrico, ferro e aço. Fora os fertilizantes, destinados à agricultura, os demais itens são insumos utilizados pelo setor industrial em seu processo de produção, confirmando o bom desempenho da indústria no ano.

Cabotagem cresce 66% na movimentação portuária

O ano de 2021 registrou também um aumento importante na navegação de cabotagem nos portos do Paraná, com 4,1 milhões de toneladas, um crescimento de 66% em comparação ao período anterior. Cabotagem é aquela movimentação de um porto a outro, sem sair do país. “O principal foi o transporte de petróleo e derivados, levados de vários portos do Brasil, como Ceará, Bahia, Pernambuco, Santos e Rio de Janeiro para o Paraná. Provavelmente diesel e gasolina ou insumos para compor o blend nas refinarias paranaenses”, explica Serra.

Os dados referem-se ao complexo portuário do Paraná, formado pelos portos de Paranaguá e Antonina (estes sob a administração da empresa pública Portos do Paraná) e mais o terminal marítimo Cattalini, que é privado.

O porto de Paranaguá é o principal do complexo, respondendo por 90% de toda a movimentação portuária do estado. Depois, vem o Cattalini, com participação de 7,2% e, por último, o porto de Antonina, com 2,6%.

Segundo em soja e primeiro em fertilizantes

Fora os contêineres, a movimentação geral no complexo portuário do Paraná praticamente repetiu o resultado do ano anterior, com uma pequena variação positiva de 0,12%.

Foi o terceiro complexo portuário do país em 2021, atrás de Santos (SP) e de Itaguaí (RJ), praticamente empatando com esse último. Foi o segundo em movimentação de soja, respondendo por 12%, ficando atrás apenas de Santos. E o maior na movimentação de fertilizantes, com 25% do total movimentado pelos portos do país. Em contêineres, foi o terceiro, respondendo por 8,6% do total.

No total, os portos do Paraná movimentaram 57,2 milhões de toneladas de carga em 2021, o que representou 4,7% do volume de todos os portos brasileiros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]