i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Doses da Índia

Curitiba quer importar vacina da Covid para servidores e trabalhadores do transporte coletivo

  • 14/01/2021 14:00
Prefeito Rafael Greca quer vacinar motoristas e cobradores de ônibus, além dos servidores municipais, com doses extras de vacina importadas da Índia.
Prefeito Rafael Greca quer vacinar motoristas e cobradores de ônibus, além dos servidores municipais, com doses extras de vacina importadas da Índia.| Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná

Além de anunciar que o pavilhão do Parque Barigui vai centralizar toda a vacinação da Covid-19 em Curitiba, que começa em todo Brasil na próxima quarta-feira (20), o prefeito Rafael Greca (DEM) afirmou nesta quinta-feira (14) que pretende importar doses da Índia para imunizar os servidores municipais. Greca foi um dos 170 prefeitos que participaram de reunião nesta quinta-feira (14) com o ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello, que definiu a data do início da imunização após dez meses da pandemia do coronavírus.

As principais notícias do Paraná no seu WhatsApp

A intenção de compra já foi comunicada à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A vacina da Índia é a Oxford/Aztrazeneca, produzida no Instituto Serum, em Mumbai, a mesma das 2 milhões de doses com as quais o Ministério da Saúde vai iniciar a vacinação emergencial, junto com 6 milhões da Coronavac importadas da China. Nos próximos meses, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do governo federal, vai produzir a Oxford/Aztrazeneca, enquanto que a Coronavac já está sendo produzida no país pelo Instituto Butantan, do governo de São Paulo.

A compra de doses fora do Plano Nacional de Imunização (PNI) seria para imunizar 35 mil servidores municipais e funcionários terceirizados que lidam diretamente com o público, segundo Greca. Entre eles, guardas municipais, agentes da Setran, como motoristas e cobradores de ônibus e coletores de lixo. “Quero ter vacina da Índia para vacinar 35 mil funcionários da prefeitura que lidam diretamente com o povo”, explicou o prefeito em entrevista ao Meio Dia Paraná, da RPC, nesta quinta-feira (14).

Os professores da rede municipal também estão incluídos nessa lista de profissionais que a prefeitura deseja vacinar com doses indianas. “Minha vontade é imunizar os profissionais da educação o mais rápido possível, mas eles não são do grupo basal [prioritário]. Por isso dependo da autorização para importar vacinas”, explica o prefeito. As aulas na rede municipal da capital começam junto com a rede estadual de ensino, em 18 de fevereiro, também de forma híbrida – parte dos estudantes com aula presencial e parte com aula online.

Recurso do Fundo Emergencial

Para adquirir a vacina indiana, a prefeitura pretende usar parte dos R$ 100 milhões do Fundo Emergencial da Pandemia de Coronavírus. Deste mesmo fundo seriam usados os R$ 4 milhões para aquisição de doses da Coronavac produzidas pelo Butantan, anunciada em dezembro. Porém, o Ministério da Saúde absorveu toda a produção do instituto paulista para o PNI.

De acordo com o boletim epidemiológico de quarta-feira (13), Curitiba soma 2.404 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020. Já as infecções somam 118.846 casos.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • S

    Salo

    ± 14 horas

    Os servidores da saúde, educação, segurança motoristas e cobradores do TColetivo e limpeza, acho que são prioritários. Todavia, as mortes estão para quem tem mais de 50 anos. Dai em vez de 35 mil deveria conseguir pelo menos 300 mil doses para atender também os mais vulneráveis.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • I

      Ivonete Souza

      ± 16 horas

      Detalhe importante, nem a Fiocruz é do governo federal nem tão pouco o Butantã é do governo de São Paulo. O que é isso não dá pra noticiar nada sem politizar? Ambos são instituídos federais e estaduais respectivamente.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Z

        Zyss

        ± 20 horas

        O grecanalha quer pegar o nosso dinheiro dos impostos e vacinar todo caterva primeiro. Greca vcs são "servidores"precisam servir a população antes de tudo. Quem quer vacina que tenha prioridade antes dos servidores.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • Z

          Zyss

          ± 18 horas

          Esse comentário foi removido pelo usuário

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • V

            vortice

            ± 21 horas

            Profissionais de saúde ok, mas demais servidores vão ter prioridade? E quem banca isto? Aquele que paga IPTU, que recolhe ISS??? Só lembrando que quem está na iniciativa privada vai ficar no risco por mais um ano porque as empresas estão impedidas de comprar a vacina!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            1 Respostas
            • T

              TCG

              ± 21 horas

              Só pode ser piada! Servidor ter prioridade?

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

          Fim dos comentários.