Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Mais 627 escolas estaduais retomam aulas presenciais na segunda; 3 em Curitiba
| Foto: Divulgação/SEED

No Paraná, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed) informou nesta sexta-feira (21) que prepara a segunda rodada de abertura gradual dos colégios estaduais para o dia 24, segunda-feira. Devem retornar às atividades presenciais, mantendo o modelo híbrido, 627 escolas, elevando a abertura para 827 unidades, aproximadamente 40% das instituições da rede estadual de ensino. Fazem parte deste retorno três escolas de Curitiba e colégios de outros 174 municípios, incluindo parte das escolas de cidades como Londrina, Ponta Grossa e Paranaguá, onde as aulas presenciais ainda não haviam voltado.

WhatsApp: receba um boletim diário com notícias do Paraná

Em todas as instituições de ensino que retomam as aulas presenciais haverá o modelo híbrido de ensino, com parte dos alunos em sala de aula e parte em ensino remoto, assistindo às aulas ao vivo. De acordo com a Seed, os espaços estão equipados com computadores e internet, o que permite que os professores falem com os dois grupos de estudantes.

No último dia 10, 200 colégios estaduais, em 68 municípios, iniciaram o modelo híbrido para todas ou parte de suas turmas, conforme a capacidade de estudantes que poderiam ser recepcionados e a disponibilidade de profissionais fora dos grupos de risco. Os colégios estaduais que ainda não retomaram as aulas presenciais permanecerão no ensino remoto. Segundo a Seed, a retomada gradual “prioriza instituições de ensino onde há mais alunos em situação de vulnerabilidade e sem acesso a equipamentos digitais para realizar as atividades remotas” e também leva em consideração “a vontade da comunidade escolar e o diálogo com os diretores”.

O retorno presencial não é obrigatório. Pais, mães ou responsáveis legais que desejem o retorno dos estudantes devem assinar um termo de autorização. Os alunos que optarem por não ir às aulas presencialmente continuarão no ensino remoto.

Além disso, a Seed informou que está atendendo a decretos municipais mais rígidos de enfrentamento à pandemia do coronavírus, impostos recentemente por prefeituras de municípios, e que passaram a não permitir aulas presenciais. É o caso de Guarapuava, União da Vitória e Ubiratã, onde parte das escolas já havia retornado presencialmente e agora está em ensino remoto, na esteira de decretos locais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]