Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Rodovias estaduais correm risco de ficar fora do novo pedágio no PR
Pedagio Foz do Iguaçu, 30/10/2019 – Foto: Geraldo Bubniak/AEN| Foto: Geraldo Bubniak / AEN

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, anunciou, em reunião com a bancada federal paranaense, que 100% dos recursos do leilão dos 3.327 km de estradas serão aplicados no estado. Tarcísio recebeu os deputados federais paranaenses ao mesmo tempo em que a Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) promove audiência pública para discutir o modelo de pedágio no estado.

"Qualquer valor de desempate será utilizado integralmente na própria rodovia em benefício do usuário", afirmou o ministro, em mensagem lida durante a audiência pelo Secretário Nacional de Transportes Terrestres Substituto (SNTT), Guilherme Bianco. O anúncio foi feito poucas horas depois da apresentação feita pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), que já indicava uma mudança substancial na proposta, passando de 50% para 75% o valor da outorga que seria investido diretamente ao próprio contrato.

A audiência pública ocorre desde as 9 horas da manhã dessa quarta-feira (24) , por transmissão online. Entre os participantes da sociedade civil, a maior parte critica a escolha do modelo modelo híbrido, com o desconto máximo à tarifa limitado a um percentual pré-estabelecido (17,2%, na média) e a decisão do leilão pelo maior valor de outorga.

“Isso, com certeza, vai amortecer o impacto tarifário. O modelo sai daqui muito melhor com esse passo dado, acabando com a outorga e deixando o dinheiro no projeto, deixando o dinheiro no estado do Paraná e fazer com que vire maior investimento e menor tarifa”, avalia Tarcísio de Freitas, na reunião com os deputados. “Entendemos perfeitamente a chaga, a ferida que o pedágio representa”, destacou o ministro. “Agradeço esse apoio, as colaborações e essa participação da bancada federal. Juntos vamos construir um modelo de sucesso. Um modelo que vai fazer a diferença. Estamos projetando o futuro, falando de esperança, de transformação. O que está sendo construído a várias mãos vai transformar o estado do Paraná”, finalizou.

12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]